Filme nacional faz críticas à religião, Damares e Bolsonaro

História se passa em um Brasil no futuro e é estrelada por Dira Paes

Pleno.News - 15/05/2019 11h34

O filme nacional Divino Amor teve seu primeiro trailer divulgado, nesta terça-feira (14). O longa dirigido pelo pernambucano Gabriel Mascaro mostra um Brasil no ano de 2027, onde grandes mudanças marcaram a sociedade.

Estrelado por Dira Paes e Júlio Machado, Divino Amor é uma crítica ao atual cenário político do país. A sinopse do filme remete a um “Brasil onde os evangélicos são maioria e a religião se estende em vários aspectos do cotidiano”.

A história acompanha a jornada de Joana (Dira), uma escrivã de cartório que luta para impedir que casais se divorciem. Ela aconselha seus clientes a participarem de uma terapia religiosa de reconciliação no grupo Divino Amor.

O tal grupo é apresentado como “um projeto maior para a manutenção da família sagrada dentro da fé e da fidelidade conjugal”. Entretanto, Joana se vê em conflito quando descobre que o marido Danilo (Júlio) é infértil e passa a sentir que sua família é incompleta.

No trailer divulgado, o vídeo mostra imagens do filme mescladas a matérias retiradas de alguns veículos. Nos títulos destacados, um deles critica a opinião da ministra Damares Alves sobre o papel da mulher e a ideologia de gênero.

Em outra frame, é mostrado o batismo de Bolsonaro em Israel e seu slogan de campanha “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. Até mesmo Marcela Temer e o ministro Sergio Moro são citados nas imagens.

O longa tem previsão de lançamento para o dia 15 de agosto nos cinemas brasileiros.

LEIA TAMBÉM+ Animação infantil mostra casamento gay e pais criticam
+ David Miranda, do PSOL, ataca Fernando Holiday na internet
+ Ciro Gomes diz que Lula é um "enganador profissional"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo