Leia também:
X ‘Sofreu muito lá’, diz ex-repórter da Globo sobre saída de Leifert

Fernanda Montenegro e Gilberto Gil disputam vaga de “imortais”

Título é concedido aos membros da Academia Brasileira de Letras

Pierre Borges - 10/09/2021 12h03 | atualizado em 14/10/2021 12h33

Fernanda Montenegro e Gilberto Gil
Fernanda Montenegro e Gilberto Gil Foto: Reprodução/Vídeo do Instagram/Fernanda Montenegro e Reprodução/YouTube/Gilberto Gil

A atriz Fernanda Montenegro e o cantor Gilberto Gil estão disputando vagas na Academia Brasileira de Letras (ABL) para tornarem-se “imortais”. Atualmente, a instituição conta com cinco cadeiras vagas, e há 12 candidatos a ocupá-las.

A vaga mais recente, relativa à cadeira de número dois, foi aberta na quinta-feira (9), após a morte de seu ocupante, o acadêmico e professor Tarcísio Padilha, por Covid-19. As inscrições, porém, só serão abertas depois da conclusão das homenagens na Sessão de Saudade, realizada toda vez que morre um membro da Academia.

A ABL tem buscado, nos últimos anos, uma maior representação da cultura popular brasileira, deixando de exigir que os “imortais” sejam romancistas ou literários. Segundo a Academia, o indispensável é ter escrito ao menos um livro de grande importância. Por isso, atualmente as cadeiras podem ser ocupadas por Fernanda e por Gil. Algumas cadeiras já são ocupadas por pessoas de outras áreas, como a Medicina, a História, e até mesmo por quem exerce o sacerdócio religioso.

Os candidatos a serem imortalizados disputam cadeiras específicas. Fernanda Montenegro, por exemplo, pretende ocupar a cadeira 17, que pertenceu ao escritor Affonso Arinos de Mello Franco. Para esta, não há outros concorrentes, mas a atriz pode ser rejeitada caso os acadêmicos não considerarem que ela se adequa ao perfil.

Gil, por outro lado, disputa com o poeta Salgado Maranhão a cadeira 20, antes ocupada pelo advogado Murilo Melo Filho.

A cadeira 12 e 39, que eram, respectivamente, do advogado Marco Maciel e do professor Alfredo Bossi, também estão sendo disputadas. Paulo Niemeyer, Gabriel Chalita, Joaquim Branco e Daniel Munduruku querem ocupar a cadeira 12, enquanto a cadeira 39 é pretendida por José Paulo Cavalcanti, Edney Silvestre, Ricardo Cavaliere, Godofredo de Oliveira Neto e Raquel Naveira.

Leia também1 Leite é cobrado por alto preço da gasolina e culpa Jair Bolsonaro
2 "Esse STF não se verga e não se destrói", diz Cármen Lúcia
3 'Entendo que estejam chateados, mas calma, sou o chefe da nação'
4 Fiesp divulga manifesto 'A Praça É dos Três Poderes'
5 Comércio cresce 1,2% em julho e atinge patamar recorde

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.