CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Morre Seo Min-woo, da banda de K-Pop 100%, aos 33 anos

Dilma critica série de Padilha e recebe resposta irônica

Ex-presidente acusou cineasta de propagar mentiras sobre o PT e a Lava Jato, na série O Mecanismo

Gabriela Doria - 26/03/2018 16h04 | atualizado em 27/03/2018 16h38

A ex-presidente Dilma Rousseff divulgou nota criticando a nova série dirigida pelo cineasta José Padilha, O Mecanismo, que acaba de ser lançada na Netflix. De acordo com Dilma, Padilha é um “criador de mentiras” e a série, que é inspirada na operação Lava Jato, é “mentirosa e dissimulada”.

Dilma acusou José Padilha de distorcer fatos sobre a Lava Jato Foto: Arte Pleno.News

Ainda na nota, Dilma diz que “a propósito de contar a história da Lava Jato, numa série ‘baseada em fatos reais’, o cineasta José Padilha incorre na distorção da realidade e na propagação de mentiras de toda sorte para atacar” a ela e ao ex-presidente Lula, ambos representados pelos personagens Janete e Higino.

Dentre as acusações que Dilma faz, ela afirma que Padilha colocou a expressão “estancar a sangria” na voz do personagem que representa Lula, quando, na verdade, a frase foi dita pelo senador Romero Jucá (MDB-RJ), na ocasião do impeachment da petista.

Em resposta à ex-presidente, José Padilha disse em uma entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que “se a Dilma soubesse ler, não estaríamos com esse problema”. O cineasta faz referência ao aviso exibido logo no início da produção, que diz que a obra é baseada em fatos reais, mas possui fins dramáticos e ficcionais.

Leia também1 TRF-4 nega recurso de Lula no processo do tríplex do Guarujá
2 Lula recebe chuva de ovadas em São Miguel do Oeste, SC
3 Ex-presidentes FHC e Dilma serão testemunhas de Lula