Leia também:
X Globo divulga nota sobre denúncias contra Melhem

Concursos de presépio: Você sabia que existem no Brasil?

Muitos ainda preservam tradições natalinas, como a montagem de presépios

Monique Mello - 05/12/2020 10h07 | atualizado em 07/12/2020 09h55

Montar um presépio em casa é tradição entre muitas famílias, complementando a decoração de Natal. O termo vem do latim Praesaepe, que significa estrebaria ou curral. A presença do Menino Jesus no estábulo demonstra a grandeza de Deus representada na fragilidade de uma criança.

O presépio foi criado por São Francisco de Assis, em 1223. Ele montou o primeiro em uma gruta, na Itália, com o objetivo de facilitar a compreensão das pessoas acerca do nascimento de Jesus. Haviam pessoas e animais reais na montagem, porém sem nenhum tipo de representação teatral, uma vez que a Igreja não permitia esse tipo de encenação.

O termo presépio vem do latim Praesaepe, que significa estrebaria ou curral

NO BRASIL
Foi apresentado pela primeira vez aos índios e colonos portugueses em 1552, por iniciativa do padre José de Anchieta. De lá para cá, o presépio ganhou novos formatos, tamanhos e modelos, passando a decorar a casa dos cristãos.

CONCURSO DE PRESÉPIOS

A FAOP (Fundação de Arte de Ouro Preto – MG) promove, há 48 anos, o Concurso Nacional de Presépios, que visa incentivar esse modo de expressão da arte e religiosidade populares.

A assessora de comunicação da FAOP, Fabiana Rosa, contou ao Pleno.News que a maior adesão é do estado de Minas Gerais, mas eles recebem inscrições de todo o país.

O concurso possui duas categorias: júri técnico e júri popular. O júri técnico é geralmente formado por entendedores da área artística, e para além de profissionais, também há apreciadores que convivem bastante com arte.

A votação do júri popular ocorre de forma presencial, por meio de exposição em que são exibidos as obras participantes. Em 2020, devido à pandemia do novo Coranavírus e as regras de distanciamento, pela primeira vez a votação poderá ser online. No entanto, a exposição não deixará de acontecer.

– Os presépios inscritos ficarão expostos de 4 de dezembro a 6 de janeiro de 2021, na Galeria de Arte Nello Nuno, Ouro Preto(MG). No entanto, é importante lembrar que alterações e adequações podem acontecer a qualquer momento, conforme orientação do comitê extraordinário COVID-19. Por isso, vamos inaugurar nesta edição a votação popular também online que contabilizará o número de curtidas de cada trabalho, cuja fotografia será postada pela Assessoria de Comunicação da FAOP, no perfil institucional do Instagram (@faop_minas) – explica Fabiana.

É uma manifestação cultural-religiosa que resgata o espírito natalino das pessoas

A PREMIAÇÃO

  • R$ 1.000,00 para o primeiro lugar do júri técnico;
  • R$ 700,00 para o segundo lugar do júri técnico;
  • R$ 700,00 para o primeiro lugar escolhido por votação popular.

Entre os critérios, são consideradas a criatividade, originalidade e execução técnica. Tanto o tradicional ou moderno podem protagonizar. Fabiana diz que, em 48 edições, já surgiram os mais diversos tipos de representações, desde presépios somente com o menino Jesus a presépios sem a presença do mesmo.

Concursos de presépio: Você sabia que existem no Brasil?
Presépio indígena, vencedor de 2019 pelo júri popular Foto: Divulgação/FAOP

Após o concurso, todo os presépios participantes entram para o acervo do FAOP.

Sobre o espírito natalino estar se perdendo, Fabiana diz que ainda é perceptível a empolgação das pessoas.

– É uma manifestação cultural-religiosa que resgata o espírito natalino das pessoas, principalmente aqui em Minas Gerais em que elas dão bastante importância às tradições. Algo que sempre é muito perceptível quando abrimos a exposição ao público para visitação e apreciação dos presépios da vez.

Leia também1 Confira as árvores de Natal mais bonitas do mundo!
2 Especial do Porta dos Fundos faz nova afronta aos cristãos
3 Black Friday não teve origem na época da escravidão
4 Confira: Cinco coisas que o Papai Noel faz e você não sabia!

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.