Leia também:
X Urach chora ao comentar fim do casamento: ‘Tudo se desfazendo’

CEO da Disney que impulsionou pautas de gênero é demitido

Bob Chapek esteve no comando da companhia por cerca de dois anos

Monique Mello - 21/11/2022 16h10 | atualizado em 21/11/2022 16h56

Bob Chapek Foto: Reprodução/CNBC Television

O conselho de administração da Walt Disney substituiu, na noite deste domingo (20), o CEO Bob Chapek por Robert Iger, ex-presidente e CEO da empresa que deixou a companhia no final do ano passado. Chapek atuou como diretor-presidente da empresa nos últimos dois anos e é apontado como o principal responsável por implantar questões de gênero e raciais na política da companhia.

– O conselho concluiu que, à medida que a Disney embarca em um período cada vez mais complexo de transformação da indústria, Bob Iger está em uma posição única para liderar a empresa nesse período crucial – disse Susan Arnold, presidente do conselho da Disney, em comunicado.

– Agradecemos a Bob Chapek por seu serviço à Disney ao longo de sua longa carreira, incluindo a navegação da empresa nos desafios sem precedentes da pandemia – acrescentou.

Chapek, de 62 anos, assumiu o comando da Disney no início de 2020, quando começou a pandemia de Covid-19, cabendo a ele a difícil tarefa de fechar e depois reabrir os parques de diversões.

Durante sua gestão, os gastos da empresa aumentaram consideravelmente, preocupando inclusive Wall Street. As ações da Disney registraram queda de 41% neste ano. Em uma nota assinada pelo próprio Chapek na semana passada, o grupo anunciou um prejuízo de US$ 1,5 bilhão no quarto trimestre.

Bob Iger, que volta ao comando da Disney, já ocupou o posto de diretor-presidente do conglomerado por 15 anos. Ele é conhecido por ser defensor da imagem familiar da gigante do entretenimento.

– Iger tem o profundo respeito do conselho de administração da Disney – afirmou Susan Arnold ao anunciar seu retorno.

Bob Iger retorna para o comando da Disney Foto: Reprodução/CNBC Television

Em sua gestão, a Disney alçou o status de império do entretenimento, com as aquisições do estúdio Pixar em 2006, da Marvel em 2009 e da Lucasfilm em 2012. O executivo também foi responsável por aumentar a capitalização de mercado da empresa em cinco vezes.

– Sou muito otimista sobre o futuro desta grande empresa. Estou profundamente honrado por ser convidado a liderar novamente esta equipe extraordinária – afirmou Iger.

Leia também1 Crise: Disney tem prejuízo bilionário e planeja demissões
2 Novo longa da Disney retrata adolescente abertamente gay
3 Chris Hemsworth, o Thor, descobre chances de Alzheimer
4 Disney desiste de produzir novo Piratas do Caribe feminista
5 Mistério: Ovelhas andam em círculo durante 12 dias seguidos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.