Leia também:
X Simone, da dupla com Simaria, cantará na Marcha para Jesus

Após polêmica com beijo lésbico, Lightyear decepciona em estreia

Animação da Pixar arrecadou cerca de R$ 262 milhões no fim de semana de estreia

Gabriel Mansur - 20/06/2022 12h01 | atualizado em 20/06/2022 15h53

Lightyear Foto: Divulgação/Pixar

Após toda a polêmica envolvendo o beijo lésbico, que culminou no banimento do filme em 14 países, Lightyear teve uma estreia decepcionante no quesito bilheteria. A animação da Pixar arrecadou US$ 51 milhões (cerca de R$ 262 milhões) nos cinemas da América do Norte e US$ 85 milhões (R$ 433 milhões) no total.

A arrecadação é especialmente problemática, porque a produção do longa custou US$ 200 milhões (cerca de R$ 1 bilhão), além de mais de dezenas de milhões em publicidade. Outra frustação é que Toy Story 3 e Toy Story 4 arrecadaram mais de US$ 100 milhões (R$ 510 milhões) e bateram recorde no fim de semana de lançamento.

Antes do final de semana, a expectativa era de que o filme gerasse pelo menos US$ 70 milhões, mas suas ambições foram frustradas pela concorrência acirrada de Jurassic World: Domínio, da Universal, e Top Gun: Maverick, da Paramount, que segue sendo bem assistido em sua quarta semana de exibição.

Lightyear é o primeiro filme da Pixar na telona em mais de dois anos, desde Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica, em março de 2020. Durante a pandemia, três filmes da Pixar pularam os cinemas e entraram diretamente no Disney+. Foram eles: Soul, Luca e Red: Crescer É uma Fera.

AS MAIORES ARRECADAÇÕES DA SEMANA
Jurassic World: Domínio conseguiu vencer a bilheteria novamente. A continuação pré-histórica da Universal gerou US$ 58,6 milhões (R$ 298,86 milhões) em seu segundo fim de semana, chegando a um total de US$ 259 milhões (R$ 1,3 bilhão) na bilheteria doméstica. O segundo lugar ficou com Lightyear.

Em terceiro lugar, Top Gun: Maverick continua voando alto, com US$ 44 milhões (R$ 224,4 milhões) na América do Norte. Esse retorno de bilheteria, com uma pequena queda de 15% em relação ao anterior, são especialmente significativos porque o filme está nos cinemas há um mês

Leia também1 Novo filme da Disney é banido em 14 países por beijo lésbico
2 Deputado protesta contra beijo gay em desenho da Disney
3 Após protestos, Disney não cortará beijo lésbico de desenho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.