Leia também:
X Emocionada, Patrícia revela que Silvio Santos “venceu a Covid”

Canal Hipócritas satiriza a ‘velha imprensa’ na cobertura do Talibã

Em vídeo, humoristas "cutucam" jornalistas da CNN

Monique Mello - 19/08/2021 17h42 | atualizado em 21/08/2021 17h04

Vídeo de humor do Canal Hipócritas Foto: Reprodução/Canal Hipócritas

O Canal Hipócritas não se rogou em satirizar o assunto em voga da semana: o avanço do Talibã no Afeganistão. Em vídeo publicado na terça-feira (17), os humoristas direcionaram a crítica ácida para a cobertura midiática em torno do conflito, sobretudo a CNN.

Em uma reportagem no Afeganistão, a jornalista norte-americana Clarissa Ward, correspondente da emissora no país, relatou que apoiadores do grupo terrorista islâmico gritavam “morte à América, mas pareciam amigáveis”. Um dos membros do Talibã a repreendeu por estar mostrando o rosto e ordenou que ela o cobrisse.

No vídeo humorístico, o âncora pergunta à correspondente, que não por acaso chama-se Clarissa, sobre o clima no país diante da ascensão do Talibã. A repórter diz que tudo segue normal, fazendo o famoso “tapar o sol com a peneira”. Clarissa também nega que os direitos das mulheres serão reprimidos. À medida que a gravação avança, a correspondente aparece cada vez mais coberta. Primeiro com um xale; por fim, com uma burca.

A apresentadora Carla Vilhena, da CNN Brasil, também não escapou. Após a exibição de uma reportagem que falava sobre a situação dos moradores do Afeganistão, depois da tomada de poder do país pelo Talibã, Vilhena questionou a falta de uso de máscara de proteção contra a Covid-19 pela população.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Canal Hipócritas (@canalhipocritas)

Leia também1 Jornalista que chamou membros do Talibã de 'amigáveis' é repreendida por eles
2 Afeganistão: Jornalista da CNN reclama de pessoas sem máscara
3 Talibã constrange Joe Biden ao exibir armas e tanques dos EUA
4 Web compara TSE a terroristas: "Talibã Superior Eleitoral"
5 Afeganistão: Cidadãos entregam criança a exército americano

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.