Leia também:
X Havan prevê abertura de 10 megalojas ainda em 2021

RJ: MPF vai à Justiça por retorno de aulas presenciais em universidades federais

Texto pede análise em tutela de urgência

Pleno.News - 14/07/2021 19h10

Campus da Ilha do Fundão da UFRJ Foto: Wikimedia

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com ação civil pública para que as instituições federais de ensino do estado do Rio de Janeiro retornem às aulas presenciais até 18 de outubro. A data considera o calendário estadual de vacinação contra a Covid-19. Na visão do MPF, a manutenção apenas do ensino remoto “não se justifica”.

A ação tem 37 páginas e é assinada pelos procuradores da República Fábio Moraes de Aragão e Maria Cristina Manella Cordeiro. O texto pede à Justiça a análise em tutela de urgência.

– Diante do novo cenário de crescente imunização da população adulta brasileira, a excepcionalidade pontual que fundamentou a edição de atos normativos autorizadores de ensino integralmente à distância contando como carga horária letiva (…) não encontra mais respaldo na atual situação em que se encontra o país – justificam os procuradores.

O pedido abrange universidades, como a UFRJ e a Unirio, colégios de ensino médio e escolas técnicas de administração federal.

Pelo atual calendário de vacinação, a cidade do Rio, por exemplo, prevê a vacinação de adolescentes já a partir do mês de setembro. No Estado, o cronograma apresenta variações com algumas cidades estão mais aceleradas e outras menos.

Os procuradores pedem que, em caso de descumprimento da decisão, a Justiça determine a aplicação de multa diária no valor de R$ 30 mil.

*AE

Leia também1 'Não admito questões de gênero em livros didáticos', diz Ribeiro
2 Pesquisa: 99,3% das escolas suspenderam aulas presenciais
3 "Passei vergonha em reunião do G20 sobre volta às aulas"
4 Copa América prova ser possível reabrir atividades, diz Queiroga
5 Saúde e Educação elaboram protocolo de retorno às aulas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.