Leia também:
X Primeira edição digital do Enem tem início em 104 cidades

Professores do Rio anunciam greve contra aulas presenciais

Educadores querem manutenção do ensino remoto e inclusão do grupo entre os prioritários na vacinação

Paulo Moura - 31/01/2021 14h49 | atualizado em 01/02/2021 13h19

Professores da rede pública do Rio são contra a volta das aulas presenciais Foto: Reprodução

Os professores do estado e do município do Rio de Janeiro anunciaram que entrarão de greve contra o retorno das aulas presenciais, programadas para, respectivamente, março e fevereiro na rede pública de ensino.

O coordenador-geral do Sindicato Estadual dos Profissionais do Rio (Sepe), Alex Sandro da Silva Trentino, informou que pedirá reunião com o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), e o prefeito Eduardo Paes (DEM).

– Se eles não recuarem, vamos entrar em greve. O município marcou o retorno às aulas presenciais para 24 de fevereiro, e o estado para o dia 1º de março – protestou Trentino.

Como justificativa para a paralisação, os profissionais reivindicam a manutenção do trabalho remoto e defendem a inclusão da categoria entre os grupos prioritários da campanha de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com a deliberação da assembleia dos educadores, os profissionais da rede estadual que forem convocados para as atividades presenciais já agora, em fevereiro, não devem comparecer às suas unidades.

– Tem uma 2ª onda de pico de contágio e mortes. A volta às aulas favorecerá ainda mais a circulação [do vírus] e a aglomeração de pessoas, propiciando o aumento do nível de contágio e de mortes [por covid] – justificou o órgão.

Leia também1 Vacina: Orlando Drummond e Nelson Sargento são imunizados
2 CNTA e Abrava são contra greve dos caminhoneiros
3 Covid: Número de vacinados no Brasil passa de 2 milhões
4 Covax Facility: Brasil receberá até 14 milhões de doses
5 Cantor Gilberto Gil e esposa revelam que já pegaram Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.