Leia também:
X Bolsonaro descarta imposto para cigarro, álcool e açúcar

Novo presidente da Capes quer criacionismo em escolas

Benedito Guimarães Aguiar Neto defendeu o ensino de 'design inteligente' na educação básica

Henrique Gimenes - 24/01/2020 16h10 | atualizado em 24/01/2020 16h42

Benedito Guimarães Aguiar Neto Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (24), o governo federal nomeou Benedito Guimarães Aguiar Neto para o comando da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Ele era reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie desde 2011 e, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo, defende o ensino do criacionismo em escolas.

O órgão é vinculado aos Ministério da Educação (MEC) e é responsável pela concessão de bolsas de pós-graduação e por fomentar pesquisas.

De acordo com o veículo, Benedito Guimarães é evangélico e, em 2019, anunciou que o Mackenzie iria ampliar seus estudos sobre o ‘design inteligente’, uma versão atualizada do criacionismo. A universidade chegou a realizar um congresso sobre o assunto em outubro do ano passado.

Na época, o agora presidente da Capes disse ao site da universidade que gostaria de inserir o tema na educação básica.

– Queremos colocar um contraponto à teoria da evolução e disseminar que a ideia da existência de um design inteligente pode estar presente a partir da educação básica, de uma maneira que podemos, com argumentos científicos, discutir o criacionismo – afirmou.

Benedito Guimarães Aguiar Neto tem graduação e mestrado em engenharia elétrica pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), é doutor pela Technische Universität Berlin, na Alemanha, e possui pós-doutorado pela Universidade de Washington, nos Estados Unidos (EUA).

Leia também1 Falhas em 2 etapas causaram erros no Enem, diz gráfica
2 Justiça obriga MEC a revisar nota do Enem de participante

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.