Leia também:
X USP estuda abandonar o SISU e criar novo método de seleção

Governo Bolsonaro libera R$ 50 milhões para a Educação

Programas destinados à formação de professores para a educação básica foram definidos como prioritários pelo MEC

Pleno.News - 08/12/2022 16h25 | atualizado em 08/12/2022 17h04

Fachada do Ministério da Educação Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

A Coordenação e Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), obteve nesta quinta-feira (8), a liberação de R$ 50 milhões para pagar parte das bolsas de dezembro.

Por ora, é possível custear cerca de 100 mil bolsas de todos os programas voltados à formação de professores da educação básica. Entre eles, estão o Pibid, Residência Pedagógica, Proeb, Parfor e da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que oferece cursos remotos.

Já os estudantes de mestrado, doutorado e pós-doutorado, no Brasil e no exterior, continuam sem previsão de pagamento para este mês. Para pagar os auxílios a esses alunos, seriam necessários mais de R$ 150 milhões. Sem reajuste desde 2013, as bolsas de pós-graduação são de R$ 1,5 mil para mestrado e R$ 2,2 mil para doutorado.

– A Capes defenderá sempre que a regularização dos pagamentos devidos aos alunos e pesquisadores, a par de quaisquer considerações de ordem financeira, é medida que deve ser prioridade absoluta do Estado, não apenas em razão de sua natureza alimentar, mas principalmente em respeito aos profissionais e pesquisadores que mantêm e desenvolvem a ciência brasileira, pelos quais a atual gestão da Fundação nutre imenso respeito e admiração – afirma a nota da Capes.

Entidades estudantis entraram, nesta quarta (7), com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para exigir que seja suspenso o decreto que impeça o pagamento de bolsas de mestrado, doutorado e residência médica no país. O ministro Dias Toffoli, do Supremo, deu 72 horas para o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) dar esclarecimentos sobre a medida.

*Com informações da AE

Leia também1 Equipe de Lula diz que não há orçamento para livros didáticos
2 Equipe de Lula cogita acabar com as escolas cívico-militares
3 PT pressiona Lula para ter mais cargos no primeiro escalão
4 Haddad se reúne com Guedes e diz que encontro foi "excelente"
5 Artistas querem revogar decreto de Bolsonaro sobre Lei Rouanet

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.