MEC demite reponsável por permitir didáticos com erros

O ministro Ricardo Vélez também decidiu anular a versão alterada, publicada no dia 2

Pleno.News - 11/01/2019 10h19

Ricardo Vélez Rodríguez demite responsável por livros com erros Foto: Reprodução/Twitter

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, anunciou a exoneração do diretor do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FDNE), Rogério Fernando Lot. O presidente interino do órgão foi quem assinou a mudança polêmica no edital do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD).

Além de Lot, outros nove comissionados também foram demitidos. A exoneração será publicada no Diário Oficial da União.

O edital possui regras e diretrizes para a compra de livros escolares de alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. O PNLD deve ser usado por todas as unidades de ensino público em 2020.

Tuíte de Ricardo Vélez sobre a polêmica Foto: Reprodução

ENTENDA
A versão assinada por Lot foi publicada no Diário Oficial da União no dia 2 de janeiro. Ela alterava algumas especificações do último texto, de outubro de 2018.

A maior problemática para o ministro Vélez foi a exclusão da regra de que as obras “deveriam estar isentas de erros de revisão e/ou impressão”. Além disso, o texto também retirou a exigência de “incluir referências bibliográficas” e permitiu “publicidade de marcas, produtos ou serviços comerciais”.

A versão também retirou a necessidade de “retratar adequadamente a diversidade étnica da população brasileira, a pluralidade social e cultural do país” e alguns trechos sobre o combate à violência contra a mulher.

LEIA TAMBÉM+ MEC irá investigar mudanças em edital de livros didáticos
+ No Dia da Alfabetização, país vive analfabetismo funcional
+ Comissão da Câmara arquiva projeto do Escola Sem Partido


Clique para receber notícias
WhatsApp
Envie sugestões por WhatsApp
+55 (21) 97150-9158