Governo muda regras de uma das modalidades do Fies

O candidato deve ter renda familiar mensal de três a cinco salários mínimos per capita

Pleno.News - 09/01/2019 10h21

Governo muda regras de uma das modalidades do Fies Foto: Divulgação/MEC

O Ministério da Educação anunciou mudanças em uma das modalidades do Programa de Financiamento Estudantil, o Fies. A partir da portaria 1.435, publicada no dia 31 de dezembro, o ingresso para o P-Fies sofreu alterações.

A partir de 2019, não será mais necessário que o candidato comprove a nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para se candidatar a essa modalidade. Os aceites serão feitos através de ordem de chegada das inscrições. Antes, era preciso comprovar uma nota mínima de 450 para poder ser chamado para fazer o contrato.

Esse processo é realizado nos bancos. Segundo o MEC, a intenção é dar mais agilidade ao processo de aprovações do P-Fies.

Na modalidade P-Fies, o agente financeiro é o banco. A renda familiar mensal bruta per capita deve ser de de três a cinco salários mínimos. Em 2018, foram 155 mil vagas ofertadas. Dessas, 50 mil ofereceram juros zero para a quitação. Ainda não há datas para a liberação das inscrições de 2019.

LEIA TAMBÉM+ Prazo para estudante renovar o Fies é prorrogado
+ Tag #Caixa2doBolsonaro gera memes na internet
+ Fies amplia prazo para complementação da inscrição


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo