Leia também:
X Eficácia da CoronaVac é de 78%, apontam estudos feitos no Brasil

Veja como o Enem 2020 irá adequar-se à pandemia

Inep adotou medidas para se adequar a candidatos em grupo de risco e para atender a participantes que testarem positivo no dia da prova

Pierre Borges - 07/01/2021 13h42 | atualizado em 07/01/2021 16h01

Estudante usando máscara com mochila nas costas na sala de aula
O uso de máscaras será obrigatório durante a realização do exame Imagem: Alexandra Koch/Pixabay

Além do adiamento nas datas de aplicação das provas, a pandemia do coronavírus provocou uma série de mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); mudanças relacionadas, inclusive, a candidatos que estiverem com Covid-19 no dia da prova e aos que estão incluídos nos grupos de risco.

Um adicional de R$ 70 milhões foi solicitado ao Governo Federal pelo Ministério da Educação (MEC) para custear as despesas extras da edição do Enem, que será realizada no início de 2021. As principais justificativas da solicitação são:

  • A necessidade de mais salas serem alugadas para assegurar o distanciamento social durante aplicação das provas.
  • A compra de máscaras e de outros materiais de segurança para os fiscais da prova.
  • A compra de álcool 70% que será disponibilizado a fiscais e candidatos.

PREVENÇÃO E GRUPOS DE RISCO
Será exigido o uso de máscara durante todo o período de realização da prova, podendo o descumprimento dessa regra acarretar até mesmo a desclassificação do candidato. Todavia, a troca da máscara por outra será permitida, caso mais de uma seja levada por ele.

Solicitações devem ser feita pelo telefone 0800 616161, correspondente à Central de Atendimento do Inep

Candidatos do grupo de risco poderão solicitar atendimento especial até o dia 7 de janeiro, o que garantirá a realização do exame em salas com número reduzido de concorrentes. A solicitação deverá ser feita pelo telefone 0800 616161, correspondente à Central de Atendimento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Segundo o Inep, são considerados grupos de risco: “Gestantes, lactantes, idosos e pessoas com condições médicas preexistentes, como cardiopatias, doenças pulmonares crônicas, diabetes, obesidade mórbida, hipertensão, doenças imunossupressoras e oncológicas”.

No entanto, idosos acima dos 60 anos de idade não precisam ligar para a Central de Atendimento, pois o Inep automaticamente irá alocar os candidatos com este perfil em salas separadas.

TESTEI POSITIVO ANTES DO ENEM! E agora?
O candidato que estiver com Covid-19, nos dias de aplicação da prova, deverá anexar o laudo com o diagnóstico do médico na página do participante. O documento deverá conter:

  • O nome completo do participante.
  • O diagnóstico com a descrição do caso.
  • O código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10).
  • A assinatura e identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento.

Caso o diagnóstico ocorra no dia a aplicação do exame, o candidato também deverá entrar em contato com a Central de Atendimento do Inep e comunicar o caso.

Também deverão comunicar sobre seus respectivos quadros de saúde candidatos com coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola e varicela.

O Inep irá analisar os pedidos e publicar os resultados na página do participante. Caso sejam aprovados, os candidatos poderão realizar o Enem nos dias 23 e 24 de fevereiro, data prevista para a reaplicação da prova.

Leia também1 Neutralização de Gênero: Doutor em Letras explica se faz sentido
2 Candidatos terão que usar máscara para fazer o Enem
3 MEC define data do Enem de 2020: Será em janeiro de 2021
4 Ronaldinho revela que sua mãe está internada com Covid
5 Papai Noel despenca do céu sobre fios elétricos e sobrevive

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.