Leia também:
X Governo Jair Bolsonaro libera R$ 250 milhões para o CNPq

Novo governo deixa Enem mais barato e sem ideologias

Ministro classificou primeiro dia de provas como "sucesso"

Paulo Moura - 05/11/2019 09h49 | atualizado em 05/11/2019 09h56

Primeiro dia de provas do Enem foi avaliado como sucesso Foto: MEC/Luis Fortes

O primeiro Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sob o comando do governo de Jair Bolsonaro foi bem diferente das edições dos últimos anos. E não foi só o fim de questões polêmicas, como as que utilizavam temas partidários ou ideológicos, que foi motivo para comemoração do Ministério da Educação, a prova foi também mais barata. O ministro Abraham Weintraub comemorou o primeiro domingo de provas.

– Foi um sucesso. A despeito de ficar seis meses debaixo da chuva de fake news. Foi o [Enem] com o menor custo por aluno e foi o mais baixo aparentemente em termos de problemas – declarou.

Weintraub destacou o fato de que o exame deste ano foi limpo, sem polêmicas ou escândalos que afetassem a idoneidade da prova. Além disso, a pasta retirou do exame, temas que exaltassem assuntos como agenda gay, feminismo e outros voltados a conteúdos de esquerda.

– Este ano, respeitamos toda a sociedade, ao contrário dos outros anos ao contrário do que tinha no passado, doutrinação, sujeira, ineficiência, escândalo, problemas com gráfica – apontou.

 

Leia também1 MEC libera R$ 115 mi para acesso à internet nas escolas
2 Democratização do cinema é o tema da redação do Enem
3 Abraham Weintraub: "Globo não é melhor que ninguém"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.