Leia também:
X Padre recusa condecoração por não acreditar no governo federal

Inep libera gabarito do Enem 2021 e revela questão anulada

Notas finais de todos os candidatos serão anunciadas em fevereiro

Pleno.News - 01/12/2021 15h57 | atualizado em 01/12/2021 16h13

As provas do Enem começam em 17 de janeiro
Exame foi aplicado nos dois últimos domingos Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) divulgou nesta quarta-feira (1º) o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. As respostas das versões impressa, digital e acessível estão disponíveis no portal do órgão (acesse clicando aqui).

O exame foi aplicado nos dois últimos domingos, 21 e 28 de novembro. As notas finais de todos os candidatos do Enem 2021 serão anunciadas em 11 de fevereiro de 2022. Para os “treineiros”, inscritos da 1ª ou da 2ª série do ensino médio que realizam a prova para testar conhecimentos, o boletim individual será publicado 60 dias após a divulgação dos resultados.

Segundo o Inep, uma questão da prova de matemática e suas tecnologias foi cancelada, mas isso não deve influenciar na nota final do aluno. Isso porque ela é calculada de acordo com a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que considera a combinação da coerência do padrão de resposta com o pressuposto da cumulatividade e, ainda, as características (parâmetros de complexidade) de cada item.

Na hora de conferir o gabarito, é importante atentar para a cor, o número e o formato da prova (impressa ou digital) realizada pelo aluno.

*AE

Leia também1 Eduardo critica 'salário' de Moro: 'Já é parte do sistema'
2 PGR arquiva investigação sobre offshores de Guedes
3 Diretor depõe após escola ser acusada de expor comunismo
4 Mendonça 'acatará' casamento civil de pessoas do mesmo sexo
5 Mulher acha feto congelado há quase 1 ano ao limpar geladeira

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.