CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Covid deve diminuir 70% das matrículas em faculdades

ESPECIAL: Enem é adiado e como ficam os estudantes?

Vestibulandos falam sobre angústias e incertezas na hora de estudar

Camille Dornelles - 22/05/2020 12h48 | atualizado em 22/05/2020 13h00

Enem 2020 terá datas adiadas Foto: Reprodução

O adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi confirmado pelo Ministério da Educação (MEC), mas não sanou todas as dúvidas dos estudantes que buscam ingressar no ensino superior.

A nova data não foi estabelecida, apenas a janela de 30 a 60 dias após a prova. Até o momento, o regulamento para aplicação do exame segue o mesmo, sendo realizadas duas provas em dois domingos consecutivos. Se forem prorrogadas por 60 dias, cairão nos domingos 3 e 10 de janeiro de 2021.

O Pleno.News conversou com estudantes e a vestibulanda Rossana Martinez, que acompanha aulas de um curso preparatório online, o ProEnem, falou sobre o rumo das aulas.

– As aulas estão normais, claro que não do mesmo jeito. Os professores estão dando aula de casa, mas estão conseguindo manter o cronograma. Eu é que estou tentando pegar no tranco, bateu desânimo nesta quarentena – revela.

Ela tenta uma vaga em Psicologia em uma universidade federal e defende o adiamento.

– Mas tinha que adiar, muita gente sem acesso ao estudos. É cruel – comenta.

O estudante Danilo Abreu acompanha o conteúdo do Descomplica e revelou que não gostou do adiamento.

– Adiar o Enem será completamente frustrante para muitos. Estudar o ano inteiro para nada? Isso é chato demais! Já é uma situação de estresse – conta.

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou o adiamento das provas do Enem após pedidos Foto: Pleno.News

INCERTEZA TAMBÉM DE EDUCADORES
Ao Pleno.News, o professor de matemática Guilherme Vasiulis falou sobre a preocupação que vê nos alunos.

– Eles estão ansiosos. Não sabem como estudar e, na verdade, nem sabem se vai ter Enem mesmo. Converso com os alunos e eles querem saber o que fazer, se fazem inscrição em outros vestibulares, se nem tentam o Enem… Mas isso afeta os estudantes do último ano do Ensino Médio – conta.

O fundador do cursinho preparatório Descomplica, Marco Fisbhen falou sobre a estratégia adotada para estudantes e professores.

– A gente já estava trabalhando há algumas semanas, caso isso realmente acontecesse. Dado que ele será adiado entre 30 e 60 dias, vamos fazer um ajuste no calendário para que os alunos tenham aulas até a data do Enem – explica.

O educador e empresário também explica que as ferramentas de estudo seguirão as mesmas, mas sabe da possibilidade de adaptações.

– O curso vai continuar dando as aulas voltadas para o Enem, mas sabemos que muitos estudantes, que não querem perder o ano, vão focar também em outros vestibulares e, então, os professores passam a dar mais conteúdo que não costuma cair no Enem – conta.

Leia também1 Em nota, Inep anuncia adiamento do Enem 2020
2 MEC consultará candidatos em junho sobre data do Enem
3 Após pergunta, Weintraub 'dá aula' a jornalista da CNN

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo