Leia também:
X Consulte o texto das redações que já receberam nota mil

Confira a história de 5 mestres que foram além das aulas

Relembre professores que marcaram a vida de seus alunos com exemplos de determinação

Pleno.News - 15/10/2018 12h04 | atualizado em 15/10/2018 13h19

Já dizia o autor Augusto Cury que “professores brilhantes ensinam para uma profissão. Professores fascinantes ensinam para a vida”. E foi pensando nesses profissionais que o Pleno.News, neste Dia do Professor, relembre a história de cinco educadores que foram muito além da matemática ou português em sala de aula e fizeram grande diferença na sociedade.

EXEMPLO DE HEROÍSMO
Um dos casos mais marcantes de professora dedicada é o de Heley de Abreu Silva Batista. Aos 43 anos, ela morreu ao proteger seus alunos em uma creche, em Janaúba (MG). O local foi invadido por um segurança que ateou fogo ao próprio corpo. Heley lutou para salvar as crianças, mas faleceu com 90% do corpo queimado. Empenhada na inclusão de alunos com deficiência, a heroína teve seu nome dado a um centro educacional em Fortaleza.

Heley de Abreu Silva Batista deu a própria vida para salvar crianças em um incêndio na creche que trabalhava Foto: Reprodução/Facebook

“EU MUDO O FUTURO”
Nascida em Boston (EUA), a professora Christa McAuliffe foi selecionada entre 11 mil professores para dar aula no espaço. A iniciativa fazia parte do projeto Um Professor no Espaço. Famosa pela frase “I change de future! I teach! (Eu mudo o futuro! Eu ensino!)”, Christa era professora de estudos sociais, história americana, direito e economia. Infelizmente a professora morreu na explosão do ônibus espacial Challenger durante o lançamento em 1986.

Christa McAuliffe morreu na explosão do ônibus espacial Challenger. Ela foi escolhida para dar aulas para crianças diretamente do espaço Foto: Reprodução

ESCRITORA DA LIBERDADE
Aos 49 anos, a professora americana Erin Gruwell teve sua história adaptada no filme Escritores da Liberdade (2007). Em 1994, ela assumiu uma turma com alunos problemáticos de uma escola na Califórnia. Sem contar com o apoio da instituição, Erin os encorajou com métodos totalmente diferenciados através da leitura e de filmes. A professora chegou a comprar livros com seu próprio dinheiro. Hoje, ela é presidente da Freedom Writes Foundation (Fundação dos Escritores da Liberdade) que tem como finalidade promover uma filosofia educacional que promove a diversidade nas escolas. Através da iniciativa, a educadora pretende mostrar que os alunos são capazes de mudar o mundo.

A história de Erin Gruwell inspirou o filme Escritores da Liberdade Foto: Reprodução/Facebook

INCLUSÃO E SUPERAÇÃO
Vencedora do Prêmio Darcy Ribeiro de Educação em 2015, a educadora Débora Seabra é considerada a primeira professora com Síndrome de Down no país. Trabalhando há 13 anos como professora auxiliar, Débora enfrentou o preconceito e chegou a ser agredida na época do magistério. Autora do livro Débora Conta Histórias, a professora já viajou pelo Brasil e outros países palestrando sobre o combate ao preconceito na sala de aula.

Débora Seabra é a primeira professora brasileira com Síndrome de Down Foto: Reprodução/Facebook

PERSONALIDADE TEOLÓGICA
Uma das grandes referências do ensino das Sagradas Escrituras, o pastor e educador Antônio Gilberto morreu em julho deste ano aos 91 anos. Considerado um dos maiores nomes da teologia pentecostal, Antônio Gilberto foi autor de vários best-sellers voltados para a área de ensino na Escola Bíblia Dominical. Tamanha contribuição à comunidade evangélica foi reconhecida em 2017 quando ele recebeu o título de Personalidade Teológica.

Pr. Antônio Gilberto é até hoje uma das principais referências teológicas no meio evnangélico Foto: Divulgação

Leia também1 Dia do professor ou do profissional de risco?

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.