Leia também:
X Chay Suede paga faculdade para a mãe poder se formar

Brasil pode ter professores em excesso e sem emprego

País possui milhões de professores

Pedro Ramos - 05/12/2019 16h57

Brasil pode de ter professores em excesso e sem emprego Foto: Divulgação

O Brasil corre o risco de ter excesso de professores nos próximos anos. A conclusão é do pesquisador Ricardo Paes de Barros, economista-chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper, que apresentou um diagnóstico detalhado da educação nas 27 unidades da federação do país nesta quinta-feira (5).

O estudo coordenado pelo especialista indica que o país formou 1,148 milhão de docentes para o ensino básico entre 2013 e 2017. O número equivale à metade dos 2,226 milhões professores em atividade no Brasil atualmente, dos quais 1,751 milhão atuam na rede pública, segundo estimativa de Barros.

Além disso, de acordo com projeções do pesquisador, outro 1,5 milhão de docentes sairá dos cursos de Pedagogia e licenciaturas nos próximos cinco anos.

Ele ressaltou ainda que 21% dos concluintes de cursos superiores são estudantes de licenciaturas, carreiras como Matemática, Física e Português que preparam para o magistério.

O esforço para aumentar o número de docentes no país ocorreu em consequência da necessidade de ampliar a inclusão escolar no país, que demorou a atingir a universalização no ensino fundamental e ainda não conseguiu colocar todos os jovens no ensino médio. ​

O problema é que o ritmo de formação de professores parece incompatível com a forte tendência de queda da natalidade nas últimas décadas que reduzirá o número de alunos em idade escolar, na maior parte dos estados brasileiros.

Em São Paulo, por exemplo, a projeção indica uma queda das matrículas no ensino básico de 7,13 milhões, em 2018, para 6,44 milhões em 2050.

Segundo o pesquisador, poucas unidades da federação ainda não passam pelo início desse processo. Um caso citado por ele é Roraima, onde a população, inclusive a infantil, cresce em consequência de fluxos migratórios.

A mudança demográfica em curso no país tende a levar a uma queda na demanda por professores nos próximos anos.

*Folhapress

Leia também1 Moro critica Congresso por desfigurar pacote anticrime
2 Bolsonaro deve vetar aumento do fundo eleitoral, diz senador
3 Câmara: Maia recria comissão do projeto Escola sem Partido

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.