Leia também:
X Parteiras são instruídas a dizer leite “humano”, e não “materno”

Venezuela fecha 2020 com cerca de 3.000% de inflação, diz BCV

Nação enfrenta o sétimo ano consecutivo de recessão

Thamirys Andrade - 12/02/2021 16h55 | atualizado em 12/02/2021 17h59

Fundo Monetário Internacional aponta que país perdeu dois terços do PIB em seis anos

Segundo dados divulgados pelo Banco Central da Venezuela (BCV) nesta quinta-feira (11), o país fechou o ano de 2020 com inflação acumulada de 2.959,8%.

O índice reconhecido pela agência governamental encontra-se abaixo do anunciado pelo Parlamento, de maioria opositora, que apontou inflação de 4.000% no ano de 2020. Desde 2017, a assembleia publica o seu próprio índice devido à escassez dos números oficiais.

O BCV reconheceu esta semana que a Venezuela fechou 2019 com inflação brutal de 9.585,5%. A nação enfrenta o sétimo ano consecutivo de recessão, e sua moeda, o bolívar, tem sofrido queda brusca, enquanto o dólar vem ganhando espaço.

A entidade governamental afirmou ainda que a variação de preços foi de 46,6% em janeiro, em meio a um ciclo de hiperinflação. O índice representa uma queda em relação a dezembro do ano passado, que fechou em 77,5%.

CRISE
O país petroleiro enfrenta a pior crise de sua história moderna. Sua população encontra grande dificuldade para custear a vida diária, pois apesar de haver produtos no supermercado, grande parte dos venezuelanos não têm condições de adquiri-los.

Recentemente, o FMI (Fundo Monetário Internacional) identificou que o país perdeu dois terços do PIB em meio a seis anos de crise. O Governo Maduro luta contra a hiperinflação por meio da redução do gasto público e total do crédito. Estimativas apontam que, desde que o presidente chegou ao poder, a economia venezuelana encolheu dois terços.

Leia também1 Economia britânica fecha 2020 com pior queda em 300 anos
2 Partido Comunista Chinês bane transmissão da BBC no país
3 Biden sobre chineses: 'Se não nos mexermos, eles vão nos superar'
4 Bolsonaro conversa sobre spray contra Covid-19 com Netanyahu
5 Supermercados: Pandemia faz vendas subirem 9,36% em 2020

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.