Leia também:
X Estados Unidos vão ajudar Argentina no combate à Covid

Vacinação acelerada deve somar R$ 50 trilhões no PIB global

A estimativa é do FMI

Pleno.News - 08/04/2021 15h53 | atualizado em 08/04/2021 18h27

EUA e na China deverão atingir, no fim do ano, níveis de atividade pré-pandemia Foto: Pixabay

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, destacou nesta quinta-feira (8) que, com vacinação mais rápida, 9 trilhões de dólares (aproximadamente R$ 50 trilhões) poderão ser agregados ao Produto Interno Bruto (PIB) global até 2025, sendo 60% em países emergentes e 40% em economias avançadas.

Em evento do FMI, ela afirmou que, neste contexto, serão criados 1 trilhão de dólares em receitas com impostos, o equivalente a aproximadamente R$ 5,57 trilhões.

Kristalina Georgieva disse ainda que, embora a economia mundial tenha perspectiva favorável de recuperação em 2021 (sobretudo nos EUA e na China, que deverão atingir, no fim do ano, níveis de atividade pré-pandemia), ainda é preciso observar as mutações do coronavírus e as dificuldades de vacinação.

Segundo a diretora-gerente, a proposta de elevar o financiamento do FMI em 650 bilhões de dólares (R$ 3,6 trilhões) ajudará na recuperação da economia de muitos países, em especial aqueles em condições mais vulneráveis devido ao choque provocado pela pandemia.

– Medidas fiscais pelo mundo somaram o equivalente a 16 trilhões de dólares (R$ 89 trilhões), e os bancos centrais pelo planeta ajudaram com cerca de 10 trilhões de dólares (R$ 55 trilhões) – destacou ela, no evento.

A diretora também disse que “apoios de governos e bancos centrais devem continuar para garantir a recuperação econômica”.

*Estadão

Leia também1 'Economia vai voltar mais rápido e com mais força no 2º semestre'
2 Em jantar, Bolsonaro promete acelerar vacinação no país
3 Ministro adverte que Rússia responderá a ação dos EUA
4 Estados Unidos vão ajudar Argentina no combate à Covid
5 Campeã da São Silvestre de 1996 morre de Covid, aos 52 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.