Leia também:
X BNDES: Empréstimo à Venezuela é “irrelevante”, diz Mercadante

Tebet diz que reforma tributária é a “única bala de prata”

Ministra também afirmou "que a reforma tributária é a nossa vacina econômica"

Henrique Gimenes - 13/02/2023 19h33 | atualizado em 14/02/2023 10h17

Simone Tebet, ministra do Planejamento Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Nesta segunda-feira (13), a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, afirmou que o governo tem a reforma tributária como principal medida para conseguir o equilíbrio fiscal. De acordo com ela, essa proposta é uma “vacina econômica” e a “única bala de prata”.

O assunto foi abordado pela parlamentar durante um evento da Câmara Americana de Comércio para o Brasil (Amcham), em São Paulo.

– Vai ser fácil? Não. Ela é difícil? Ela é difícil. Mas talvez pelo Brasil ter chegado pela primeira vez no consenso, quase praticamente, da unanimidade da importância dela como a única bala de prata que nós temos para fazer com que o Brasil diminua o custo da sua produção, acabe com a burocracia, torne o setor produtivo mais competitivo e, com isso, tenha maior produtividade e melhore a economia, gerando emprego, renda, distribuição de renda. Eu diria que a reforma tributária é a nossa vacina econômica – ressaltou.

A ministra explicou ainda que o governo pretende viabilizar essa proposta até o final de 2023.

– Queremos viabilizar [a reforma tributária] até o final do ano. Não será em quatro ou cinco meses. Mas cada avanço trará sinalização positiva ao mercado. E poderemos ver os juros caindo com as perspectivas futuras de estabilidade – apontou.

Leia também1 Avivamento nos EUA: Estudante relata como foi sua experiência
2 BNDES: Empréstimo à Venezuela é "irrelevante", diz Mercadante
3 Noiva brinca na hora do "sim" e juiz cancela casamento em SP
4 Jogador aparece no Super Bowl com jaqueta vista como satânica
5 Lula entregará prêmio a Chico Buarque, vetado por Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.