Leia também:
X BNDES deve financiar obras de gasoduto na Argentina, diz Lula

Spotify anuncia a demissão de 600 trabalhadores

Em comunicado, o CEO da empresa fala em reestruturação e promete o pagamento de benefícios

Leiliane Lopes - 23/01/2023 18h18 | atualizado em 23/01/2023 18h28

Spotify Foto: Smartmockups

Nesta segunda-feira (23), o Spotify anunciou que demitirá cerca de 600 pessoas, o que representa aproximadamente 6% do quadro global de funcionários.

O comunicado da empresa fala em “reestruturação organizacional mais ampla” diante de um “ambiente econômico desafiador”.

– Em um ambiente econômico desafiador, a eficiência assume maior importância. Assim, em um esforço para gerar mais eficiência, controlar custos e agilizar a tomada de decisões, decidi reestruturar nossa organização – diz a nota assinada por Daniel Ek, CEO do Spotify.

A empresa anunciou algumas mudanças. Entre elas, a saída da diretora de conteúdo e publicidade, Dawn Ostroff, e a promoção de Gustav Söderström, que deixa de ser líder de produtos e tecnologia e passa a ser diretor de produtos. Já Alex Norström passa a ser diretor de negócios.

Sobre os demitidos, a plataforma de streaming garante que cada um será chamado para conversas individuais e que todos serão indenizados de acordo com as leis locais.

O Spotify fala no pagamento de aviso prévio, estabilidade do empregado e indenizações por cinco meses. Gastos com saúde também fazem parte do que é prometido pela empresa.

Leia também1 Detido há dois meses, Gabriel Monteiro está em cela separada
2 Cantor quer nome atípico para o filho e cartório nega registro
3 Lula defende Cuba e Venezuela de "bloqueio" e "ingerência"
4 Moraes manda PF enviar ao TSE minuta achada na casa de Torres
5 Vaticano apura 'festa de sexo' em catedral do Reino Unido

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.