Leia também:
X Ex-donos do Kabum! denunciam Magalu após serem desligados

Petrobras tem desvalorização de R$ 14,9 bilhões em um único dia

Companhia viu ações sofrerem forte queda após o ministro Fernando Haddad anunciar mudanças em impostos

Paulo Moura - 01/03/2023 11h27 | atualizado em 01/03/2023 11h54

Edifício sede da Petrobras, no Centro do Rio Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Petrobras registrou uma forte desvalorização em seu valor de mercado, nesta terça-feira (28), após o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciar mudanças nos impostos sobre a gasolina, o etanol e o petróleo cru. No total, a queda foi de cerca de R$ 14,9 bilhões, de acordo com o site Poder360.

As ações ordinárias da companhia, que são as que oferecem o direito de voto, caíram 4,39% nesta terça e fecharam o dia valendo R$ 28,75. Já os papéis preferenciais, que não dão direito a voto, mas concedem maiores direitos sobre os lucros e ativos, recuaram 3,48% e encerraram o dia negociados a R$ 25,24.

Além da Petrobras, grandes empresas de exploração de petróleo nacionais também apresentaram queda nas ações nesta terça. A PRIO, 3R Petroleum e Petroreconcavo, por exemplo, fecharam o dia com retração de 9,04%, 6,97% e 6,01%, respectivamente.

O impacto no mercado de energia foi causado principalmente pelo anúncio feito por Haddad de que o governo decidiu taxar a exportação de petróleo em 9,2% pelos próximos quatro meses. A decisão foi tomada como uma forma de compensar a perda de arrecadação causada pela reoneração apenas parcial da gasolina e do etanol durante esse mesmo período.

Leia também1 Pai de ministro do governo Lula é réu por assassinato de agiota
2 Colômbia: Campanha de aliado de Lula é alvo de investigação
3 Ativista Greta Thunberg é detida durante protesto na Noruega
4 Jessé Aguiar confirma: "Não faço mais parte da indústria gospel"
5 Jessé Aguiar rompe com a Todah Music: "Distrato amigável"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.