Leia também:
X Governo aprova lei e 25 milhões terão conta de luz mais barata

Número de caminhoneiros com carteira assinada dispara com Bolsonaro

Dados apontam crescimento de 14% durante a atual gestão

Gabriela Doria - 13/09/2021 14h39 | atualizado em 13/09/2021 15h25

Número de caminhoneiros empregados deu salto no governo Bolsonaro Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O número de caminhoneiros empregados deu um salto de 14% desde o início do mandato de Jair Bolsonaro, em 2019. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).

Em julho deste ano, foram contabilizados 986,8 mil pessoas empregadas nesta função, o melhor número para o mês desde 2016. Em dezembro de 2018, fim do governo de Michel Temer, este número era de 866,6 mil.

O Ministério do Trabalho e da Previdência inclui nesta categoria motoristas e operadores de caminhão, além de caminhoneiros autônomos.

De acordo com o levantamento, em dois anos e meio de governo Bolsonaro, foram anotados 1,008 milhão de admissões e 888,2 mil demissões. O que resulta em saldo positivo de 120 mil caminhoneiros contratados.

Deste total, 97,5% são motoristas de caminhão, 1,4% são caminhoneiros autônomos e 1,1%, operadores de caminhão.

O Novo Caged também indicou que a geração de empregos em geral teve saldo positivo de janeiro de 2020 até o hoje, com a criação de 1,8 milhão de empregos – o que representa um crescimento de 4,5% no período.

Leia também1 Governo aprova lei e 25 milhões terão conta de luz mais barata
2 Bolsonaro lança benefício para agentes de segurança pública
3 Mourão: "Bolsonaro buscou uma reaproximação com o STF"
4 Bolsonaro: “Minoria que foi às ruas ontem é digna de pena”
5 Roberto Jefferson é condenado por homofobia contra Leite

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.