CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Diretor-geral da OMS já foi acusado de ocultar epidemias

No RJ, Galeão deve ter queda de 90% dos voos em abril

Administração diz que cenário é "sem precedentes na história"

Pleno.News - 26/03/2020 11h16

Aeroporto do Galeão deve ter queda drástica do movimento em abril Foto: Divulgação

O aeroporto do Galeão, o maior do Rio de Janeiro, vai reduzir em abril cerca de 90% dos voos que circulam no espaço por causa da pandemia do novo coronavírus.

Salários de executivos serão reduzidos, contratos, renegociados e terminal e pista serão fechados para que o aeroporto suporte o período de crise da saúde no Brasil.

A administração do espaço diz que esse é cenário sem precedentes na história do Galeão. A projeção é de que 93% dos voos internacionais sejam cancelados, mais 87% de redução de voos domésticos.

Para garantir que as obrigações financeiras do aeroporto sejam honradas, diretores e gerentes terão seus salários reduzidos em 15%, por tempo indeterminado, com o objetivo de garantir a remuneração em dia de todos os colaboradores no período.

Outra medida será a renegociações dos contratos dos estabelecimentos comerciais, para que as lojas e restaurantes do aeroporto possam se manter até o cenário normalizar.

Durante a crise, as atividades do Píer Sul serão encerradas. O local é uma extensão do terminal 2, com 100 mil metros quadrados e investimento de R$ 2 bilhões.

Por fim, uma das duas pistas de pousos e decolagens terá as atividades encerradas para diminuir os custos de manutenção envolvidos na operação.

Enquanto a pandemia durar, todos os embarques, domésticos e internacionais, serão realizados pelas 17 pontes de embarque do terminal 2.

*Folhapress

Leia também1 Enfermeira comete suicídio ao descobrir que tem coronavírus
2 Apresentadora do SBT anuncia fake news sobre Universal
3 Goiás registra primeira morte por Covid-19 no Centro-Oeste


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo