Leia também:
X “Inimiga”: Hashtag contra a Globo vai ao topo do Twitter

Militares terão reforma da Previdência separada

Proposta será enviada em 30 dias e prevê aumento no tempo de serviço

Henrique Gimenes - 20/02/2019 16h08 | atualizado em 20/02/2019 16h28

Proposta de mudanças nas aposentadorias dos militares serão encaminhadas em 30 dias Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

O governo entregou, nesta quarta-feira (20), a proposta de reforma da Previdência ao Congresso Nacional. O texto, entretanto, ainda não possui mudanças nas regras para a aposentadoria de militares e serão enviadas em um projeto separado.

De acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, o tempo para que militares possam se aposentar irá passar dos atuais 30 para 35 anos. Além disso, a alíquota previdenciária também vai aumentar de 7,5% para 10,5%.

– Estamos trabalhando a equidade. Todos darão a sua contribuição, inclusive os militares. De hoje a 30 dias, o projeto será apresentado já que se trata da conformação de cinco outras leis. Então, nós não tivemos realmente a condição de apresentar em tempo hábil dada a complexidade da elaboração da própria PEC – ressaltou.

A mudanças apresentadas nesta quarta na proposta de reforma da Previdência podem ser vistas aqui.

Leia também1 Jair Bolsonaro diz que errou no passado ao rejeitar reforma
2 Bolsonaro entrega proposta da Previdência no Congresso

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.