Leia também:
X Ex-presidente da Eletrobras irá comandar a BR Distribuidora

McDonald’s planeja abrir dezenas de novas lojas no Brasil

Empresa teve resultado negativo em 2020 devido à pandemia, mas prevê crescimento

Pleno.News - 25/01/2021 20h52 | atualizado em 26/01/2021 12h27

McDonald’s planeja abrir novas lojas no Brasil em 2021 Foto: Divulgação

O fechamento de bares e restaurantes durante a pandemia de Covid-19 gerou perdas para diversos setores. E uma das redes afetadas foi o McDonald’s, que apesar ter uma queda de 21,8% nas vendas no Brasil ano passado, prevê a abertura de cerca de 40 novas unidades da rede em todo o país. A informação foi dada pela Revista Veja.

De acordo com o veículo, a Arcos Dourados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, pretende investir até 130 milhões de dólares (cerca de 696 milhões de reais) em sua operação na América Latina. Além das lojas no Brasil, a empresa prevê a abertura de pelo menos outras 10 lojas na região.

Os recursos devem ser utilizado na modernização das lojas já existentes e na abertura de novas unidades da rede. Projetos nas áreas de infraestrutura, digital e tecnologia da informação também devem ser beneficiados.

À Veja, o presidente da Arcos Dourados, Marcelo Rabach, falou sobre os investimentos.

– Os aprendizados de 2020 renovaram o otimismo com o nosso negócio e com a marca na região onde atuamos […] Nosso crescimento também se dará pelo portfólio de produtos icônicos e pela retomada do segmento de família, que terá um calendário de marketing bastante robusto no período – explicou ele.

Leia também1 Guedes: Vacinação em massa trará retorno seguro ao trabalho
2 Feliciano: 'Esquerda quer porque quer derrubar um presidente'
3 "Insumos para vacinas chegam ao Brasil nos próximos dias"
4 Eduardo Bolsonaro critica novas medidas restritivas de Doria
5 Bolsonaro ironiza carreata por impeachment: "Uns 10 carros"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.