Leia também:
X PGR: Posse de Cristiane Brasil deve continuar suspensa

Maia: Projeto da Eletrobras pode ser aprovado até abril

Presidente da Câmara dos Deputados apontou que privatização da empresa deve passar no Congresso ainda este ano

Henrique Gimenes - 24/01/2018 16h23 | atualizado em 24/01/2018 16h24

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia diz que projeto de privatização da Eletrobras deve ser aprovado até abril Foto: Agência Brasil/Antonio Cruz

O presidente da Câmara dos Deputado, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, nesta quarta-feira (24), que pretende aprovar o projeto de privatização da Eletrobras, até abril. Maia atualmente está como presidente da República em exercício, já que o presidente Michel Temer viajou para o exterior. A declaração foi dada após reuniãocom a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia.

Na sexta-feira (19), Temer enviou ao Congresso o projeto de lei que detalhava os pontos das privatização da estatal. Entre eles, estava a posse de uma golden share, ação especial que permite veto sobre algumas decisões, pela União, e o destino de parte dos recursos para a revitalização da Bacia do Rio São Francisco. Para o presidente em exercício, o governo conseguirá aprovar o projeto ainda este ano.

– Nós temos toda condição de, até abril, autorizar a privatização e a venda das ações da Eletrobrás. Vamos aprovar a privatização e dentro dela organizar um espaço para cuidar da revitalização do Rio São Francisco, que é uma preocupação grande dos deputados do nordeste – afirmou Maia.

Rodrigo Maia também apontou que visitou a presidente do STF na condição de presidente da Câmara e que foram discutidos temas relacionados ao país.

– Discutimos os temas que têm relação com o Congresso, a Câmara, o Supremo, o poder Judiciário. São pautas que têm mais o interesse da sociedade, como a carreira dos juízes, a reforma da Previdência e o projeto de lei que regulamenta o extra-teto dos salários – ressaltou.

Leia também1 Marun: Governo irá votar Previdência em fevereiro
2 Nova vara agilizará processos de 'colarinho branco'

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.