Liberação do FGTS vazou antes de estudos, revela ministro

Onyx Lorenzoni afirmou que ainda falta a análise de detalhes técnicos

Pleno.News - 19/07/2019 11h36

Nesta sexta-feira (19), o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que a liberação do Fundo de Garantia (FGTS) ainda não está firmada e que “vazou” antes de o governo decidir sobre ela. Ele participou de um café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro e jornalistas internacionais.

O evento aconteceu no Palácio do Planalto e uma das perguntas feitas ao governista foi sobre as regras para o saque do benefício.

– A situação é a seguinte. Nós tínhamos uma série de detalhes técnicos. O problema é que a informação vazou, esse é o fato concreto. Na medida em que a informação vazou, não não tínhamos concluído ainda todos os estudos acerca dessa liberação de acesso ao FGTS – afirmou.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, também esteve presente.

 

LEIA TAMBÉM+ Anúncio sobre FGTS fica para a próxima semana, diz Onyx
+ FGTS: Bolsa brasileira fecha estável com possível liberação
+ Bolsonaro irá lançar pacote de estímulo à economia


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo