Leia também:
X Segurança das torres poderá ter câmeras e drones, diz ministro

Haddad indica que IR deve ser discutido no 2° semestre

Ministro da Fazenda apontou que uma reforma do Imposto de Renda pode ser apresentada em 2023

Henrique Gimenes - 17/01/2023 20h34 | atualizado em 18/01/2023 11h12

Ministro da Fazenda, Fernando Haddad Foto: EFE/André Borges

Nesta terça-feira (17), o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, indicou que o governo federal pode apresentar mudanças no Imposto de Renda (IR) no segundo semestre de 2023. O tema foi abordado durante participação em um painel no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

A atualização da tabela do IR foi uma das promessas de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O último reajuste ocorreu em 2015, no governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

– No segundo semestre, nós queremos votar uma reforma tributária sobre a renda para desonerar as camadas mais pobres do imposto e onerar quem hoje não paga imposto, muita gente no Brasil não paga imposto, precisamos reequilibrar o sistema tributário para melhorar a distribuição de renda – ressaltou.

Sobre a reforma tributária, Haddad explicou que ela será o foco da equipe econômica na primeira metade do ano.

– Tem gente que fala: “Por que iate e jatinho não paga IPVA e, às vezes, um carro com dez anos paga IPVA?”, “Por que o imposto de renda incide sobre o trabalhador e não incide sobre o empresário que tem lucros e dividendos distribuídos?”. Então, são perguntas que nós não vamos responder agora, mas vamos endereçar no segundo semestre. Assim que a reforma tributária do imposto sobre consumo for aprovada nós vamos abrir a discussão com o Congresso sobre essas injustiças – destacou.

Leia também1 Protestos: MPF-DF abre inquérito para investigar autoridades
2 Vídeo: Filha de Alê Oliveira cai de tirolesa montada no Mineirão
3 Lula sanciona Orçamento Federal para 2023 com vetos
4 Polícia prende dois suspeitos do desaparecimento de 8 pessoas
5 PGR: Augusto Aras fala em 200 denúncias contra manifestantes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.