Leia também:
X TRE nega ação contra Tarcísio por propaganda antecipada

Guedes sobre economia mundial: “Dias piores à frente”

Ministro afirma que a crise externa pode não afetar o Brasil

Gabriel Mansur - 21/06/2022 10h59 | atualizado em 21/06/2022 11h00

Paulo Guedes Foto: EDU ANDRADE/Ascom/ME

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a economia mundial tende a piorar nos próximos anos. A declaração foi dada nesta segunda-feira (21), em evento de comemoração aos 70 anos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro.

– Do ponto de vista da economia mundial, veremos dias bem piores à frente. Os países vão rever crescimento para baixo – disse, citando os Estados Unidos e os países da Europa.

Por outro lado, Guedes acredita que a crise externa pode não afetar o Brasil. De acordo com ele, a economia interna está “dessincronizada” com o mundo e, por isso, só depende dela mesma para continuar crescendo.

– Não acreditem que se afundar lá nós estamos perdidos, não é verdade. Nós temos vitamina para crescer. Brasil tem dinâmica própria de crescimento. Estamos apenas no início de um longo ciclo de crescimento – completou.

Guedes lembrou ainda que o conflito entre Rússia e Ucrânia tem mais de 100 dias e pode afetar ainda mais a economia mundial.

– Se a guerra estiver escalando, vamos ter que apertar o cinto. Vamos de novo para o sacrifício – concluiu.

Leia também1 Guedes pede que supermercados deem 'um freio na alta de preços'
2 Guedes celebra resultado da inflação: "Começou a descer"
3 Secretário de Guedes decide deixar o cargo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.