Leia também:
X Flamengo não fará festa pública caso ganhe a Libertadores

Guedes: “Governo estuda mudar as faixas de isenção do IR”

Declaração foi dada pelo ministro durante evento na Associação Comercial de São Paulo

Pleno.News - 27/10/2022 19h57 | atualizado em 27/10/2022 20h39

Ministro da Economia, Paulo Guedes FOTO: EDU ANDRADE/Ascom/ME

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse, nesta quinta-feira (27), que a sua equipe ainda está estudando a possibilidade de aumentar as faixas de isenção do Imposto de Renda (IR). Ele concedeu entrevista coletiva na Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

– Quando você diz que vai dar uma isenção de R$ 5 mil, R$ 6 mil, você está dizendo que só 20% vão pagar o Imposto de Renda. Então, você precisa ir buscar esse recurso em outro lugar, sabendo que, no mundo inteiro, o imposto de renda é o imposto mais virtuoso – disse o ministro.

Na propaganda de TV, o presidente Jair Bolsonaro (PL) prometeu zerar o IR para quem ganha até R$ 6 mil, em uma reação à campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que propôs zerar a alíquota do tributo para rendas de até R$ 5 mil.

Para Guedes, o atual governo é mais competente e, por isso, pode fazer propostas mais altas.

– Eu entendo que, se ele diz cinco, o presidente vai dizer seis; se ele disser que o salário mínimo é de R$ 1.200, o presidente diz “o meu é de R$ 1.400” (…). Eu só tenho uma certeza: quem não desvia recurso tem condição de pagar melhor – apontou.

Questionado sobre como poderia funcionar a ampliação dessa isenção, o ministro disse que essa pergunta não é feita ao ex-presidente Lula com relação ao financiamento da sua proposta.

– Ele já avisou de onde vai tirar? – questionou Guedes.

*AE

Leia também1 Após ordem do TSE, Zambelli publica vídeo sobre Lula e Celso Daniel
2 Presidente eleito poderá usar a Avenida Paulista no domingo
3 TRE determina retirada de fake de Márcio França contra Tarcísio
4 Bolsonaro receberá o Flamengo após final da Libertadores
5 'Teremos uma das eleições mais importantes do nosso Brasil'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.