Leia também:
X Bolsonaro anuncia reajuste no salário mínimo: R$ 1.045

Governo anuncia medidas para diminuir filas do INSS

Intenção é reforçar o atendimento nos postos em todo o país

Pleno.News - 14/01/2020 19h25 | atualizado em 14/01/2020 20h11

Governo anuncia medidas para diminuir filas na Previdência Foto: Agência Brasil

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, anunciou, na tarde desta terça-feira (14), as principais medidas para tentar resolver os problemas de filas em postos do INSS em todo país.

Basicamente trata-se de reforço no atendimento. Segundo o secretário Marinho, vão ser convocados sete mil militares da reserva para dar o reforço e suprir as demandas diretamente nos postos de atendimento.

Os convocados vão receber um acréscimo de até 30% no valor da remuneração.

O governo também anunciou o contrato de 2,5 mil funcionários do INSS que vão ser remanejados para fazer o trabalho de análise de documentos e uma espécie de “pente fino” na realização de perícias em situações de cerca de 1.500 servidores do INSS que estão atualmente afastados.

A expectativa é que dois terços desse total possam voltar às atividades, o que deve ajudar a reforçar os quadros do INSS para que a população possa ter um melhor atendimento.

Além disso, o secretário Rogério Marinho também falou bastante sobre a simplificação e a desburocratização do atendimento, bem como ceder servidores do INSS para outros órgãos para suprir grandes demandas.

A prática é comum nós órgãos federais da capital federal.

Leia também1 Decreto acaba com exigência de visto entre Brasil e Catar
2 Auditoria no DPVAT aponta R$ 1 bilhão em gastos atípicos

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.