Leia também:
X Justiça proíbe dono do Grupo Itapemirim de sair do Brasil

EUA e aliados avaliam liberar reserva emergencial de petróleo

Medida visa evitar problemas com a oferta da commodity por conta do conflito entre Rússia e Ucrânia

Pleno.News - 28/02/2022 13h27 | atualizado em 02/03/2022 17h45

EUA e aliados pretendem liberar reservas emergenciais de petróleo Foto: Pixabay

Os Estados Unidos e outras grandes nações consumidoras de petróleo estão considerando liberar 70 milhões de barris de petróleo de seus estoques de emergência à medida que os preços do petróleo aumentam, segundo autoridades europeias e do Golfo Pérsico informadas sobre o plano.

De acordo com autoridades ligadas o caso, membros da Agência Internacional de Energia (AIE), órgão com sede em Paris que representa a maioria das nações industrializadas, podem concordar, já nesta segunda-feira (28) ou terça-feira (29), em explorar suas reservas nacionais estratégicas de petróleo.

A avaliação ocorre em meio a crescentes preocupações com a oferta da commodity depois que a Rússia invadiu a Ucrânia, na madrugada da última quinta-feira (24). A decisão incluiria 40 milhões de barris dos Estados Unidos, principalmente de qualidade leve, disseram fontes vinculadas ao fato.

Ainda de acordo com as fontes, os Estados Unidos teriam informado o fato à Arábia Saudita para garantir que o líder da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) não reaja à medida interrompendo os aumentos de produção planejados.

*AE

Leia também1 Moeda russa se desvaloriza, e russos fazem filas nos bancos
2 Airbnb vai oferecer 100 mil abrigos a refugiados da Ucrânia
3 Rússia fecha espaço aéreo para 36 países, maioria da Europa
4 Bolsonaro rebate informação de que falou com Putin no domingo
5 Anitta critica guerra na Ucrânia e é questionada por fãs

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.