Leia também:
X Após alimentos, roupas devem sofrer alta nos preços

Entenda por que o preço do arroz disparou e o que está sendo feito

Ministério da Agricultura se manifestou sobre impactos do aumento do valor

Pleno.News - 14/09/2020 11h39

Disparada do preço do arroz pegou brasileiros de surpresa Foto: Pixabay

A lei da oferta e procura pode explicar de forma simplificada a disparada do preço do arroz. Mais gente procurando e menos produtos no mercado fizeram com que o valor subisse. Porém, para entender exatamente o que causou o aumento assustador, é preciso analisá-lo detalhadamente.

Na semana passada o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, divulgou dados de uma análise de mercado e constatou que o saco de 5 quilos chegou a ser comercializado a R$ 40. O preço padrão fica entre R$ 15 e R$ 20.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), os motivos são cinco:

  1. Aumento do consumo interno em virtude da pandemia (mais pessoas cozinhando em casa);
  2. Pagamento do auxílio governamental;
  3. Taxa de câmbio favorável à exportação
  4. Redução da disponibilidade do produto nos países do Mercosul para o Brasil (são tradicionais fornecedores)
  5. Elevação nos preços internacionais devido à crise de produção em alguns países da Ásia

COMO RESOLVER?
A pasta enviou uma nota para o Pleno.News e explicou que “o mercado se autorregula. O que pode ser feito é utilizar ferramentas disponíveis para garantir o abastecimento, como, por exemplo, fazer reduções temporárias em tarifas de importação para equalizar o mercado”.

– O Mapa monitora o desempenho de todas as culturas ao longo do ano para garantir o equilíbrio entre oferta e procura pelos produtos do setor. É normal que, em determinado período, e motivado por fatores específicos, preços possam subir ou cair. O governo federal considera saudável para a sustentação a longo prazo das cadeias produtivas que a formação de preços seja dada pelas condições do mercado. E, nesta linha, tem procurado atuar com medidas que não causem rompimento de contratos que possam desestabilizar as cadeias produtivas – afirma a nota.


Produção de arroz no Mercosul sofreu com pandemia

A ministra Tereza Cristina se manifestou sobre o assunto em um vídeo divulgado no último dia 10.

Preço do Arroz – Informações importantes

Muitas pessoas estão comentando sobre o preço do arroz e a possibilidade de desabastecimento. Fiquem tranquilos, não há risco de faltar arroz. Quanto ao preço, informo que o valor deverá recuar, em breve, com as medidas tomadas pelo Governo do Brasil do presidente Jair Messias Bolsonaro. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está atento.

Posted by Tereza Cristina on Thursday, September 10, 2020

Leia também1 Conab: Preço do arroz deve cair nas próximas semanas
2 Governo zera imposto para importação de arroz
3 Procon prepara fiscalização de preços em supermercados
4 Bolsonaro reclama do preço do arroz e pede redução de lucro
5 Ministra do Agro: 'Lutamos para não faltar comida'

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.