Leia também:
X Meirelles: Reduzir juros do cheque especial é importante

Verão: A estação ideal para faturar uma renda extra

Altas temperaturas e período de férias prometem aquecer os pequenos empreendimentos

Gabriela Doria - 17/01/2018 21h12 | atualizado em 18/01/2018 14h58

Chegou a estação mais quente do ano e, com ela, as férias, o sol escaldante e as praias lotadas. Há quem aproveite para descansar, mas, para os que buscam complementar a renda, o verão pode dar uma boa aquecida na renda da família. Veja exemplos de empreendimentos que são a cara do momento!

1. Venda de sorvetes e picolés
Segundo Bianca de Souza, de 32 anos, a venda de sorvetes e picolés é um clássico do verão. Contadora por profissão e vendedora de picolés por ocasião, Bianca afirma que o lucro pode ser alto, principalmente se a fabricação dos picolés for caseira.

– Mas é preciso que seja de boa qualidade, então vale a pena fazer um curso para aprender a fabricar. No caso do picolé industrializado, a dica é comprar em grande quantidade, porque fica mais barato.

De acordo com Bianca, é possível faturar até o triplo do investimento se o picolé for caseiro. A fabricação de uma unidade, por exemplo, custa de R$ 3 a R$ 4 e pode ser vendido entre R$ 5 e R$ 12, dependendo do sabor.

2. Biquínis
Uma das peças de roupa mais procuradas do verão, o biquíni também é uma fonte de renda da estação. Dos modelos mais simples aos mais trabalhados, o importante é criar uma combinação que seja a cara da cliente. Os maiôs também estão em alta. É possível vender o conjunto ou combinar peças avulsas. Os preços podem chegar até R$ 150 dependendo da confecção da peça.

3. Açaí
Queridinho de muitos, o açaí conquistou a maioria dos brasileiros. Essa fruta tem origem na região amazônica e foi adaptada em uma espécie de sorvete que fornece energia e sacia o apetite. Pode ser encontrado nas versões simples ou com acompanhamentos, como calda de sorvete, granola e paçoca, entre outras guloseimas. Os potes pequenos costumam ser vendidos por R$ 5, e os maiores podem chegar a R$ 10 ou R$ 12.

4. Sanduíches naturais
Os sanduíches naturais são presença certa nas praias brasileiras. É uma opção leve e saudável para enfrentar o calor sem ter que recorrer a pratos gordurosos. Contudo, é preciso tomar cuidado com a validade do produto, uma vez que o calor diminui o tempo de conservação do lanche. Com diversas opções de recheio, os sanduíches podem ser encontrados até por R$ 10.

De acordo com Fernanda Nunes, que costuma vender sanduíches nas praias de Ipanema e do Leblon, no Rio de Janeiro, o diferencial é criar recheios para todos os gostos, principalmente opções saudáveis.

– A gente tem que estar atento em qual é o ingrediente especial da vez. Também temos que oferecer opções com pães integrais e até mesmo sem glúten, porque as pessoas estão buscando o máximo de saúde nos produtos. Outros preferem os tradicionais, como sanduíche de atum ou pasta de frango. O importante é ter para todo mundo.

5. Bijuterias
As bijuterias, assim como biquínis e maiôs, são os alvos da vaidade feminina, sobretudo no verão. E, apesar do minimalismo do ambiente de praia, as famosas bijus estão presentes com tudo. A variedade e originalidade são fundamentais, por isso, uma peça feita a mão é muito mais valorizada do que uma pronta. Aposte em brincos, pulseiras, colares e anéis, principalmente coloridos, que são a cara do verão.

Leia também1 5 filmes que todo investidor deve assistir
2 Cinco franquias para quem quer fazer home office

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.