Leia também:
X Bolsonaro assina decreto que preserva milhões de empregos

Eleva Educação abre inscrição para programa de trainee

Inscrições poderão ser realizadas até o dia 1º de outubro

Henrique Gimenes - 25/08/2020 16h27

Eleva Educação abre inscrições para programa de trainee Foto: Pixabay

A rede Eleva Educação abriu inscrições para seu programa de trainee até o dia 1º de outubro. O programa terá duração de um ano e seis meses e é destinado a candidatos que tenham formação do ensino superior entre dezembro de 2018 e dezembro de 2020.

As oportunidades inicialmente são para o Rio de Janeiro, mas de acordo com a empresa, “há possibilidade de abertura de vagas” em Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Brasília, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

São dois os perfis buscados pela empresa:

– O executivo, para candidatos de todos os cursos que atuarão nas áreas de negócio da empresa, com potencial para liderar equipes, visão de negócios e interesse por educação.

– O pedagógico, sendo desejável licenciatura (formado ou cursando) ou pedagogia, além de experiência em sala de aula. Esta vaga busca por jovens professores dispostos a assumir os desafios educacionais da atualidade.

De acordo com a Eleva Educação, o processo de seleção contará com cinco fases: Inscrição on-line, etapa on-line, desafio Eleva, entrevista individual e entrevista final com a presidência.

A empresa informou que o salário será compatível com o mercado de trabalho. O início do trabalho está previsto para janeiro de 2021.

As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.elevatrainee.com.br.

Leia também1 Bolsonaro assina decreto que preserva milhões de empregos
2 Bolsonaro celebra criação de empregos no Brasil
3 Brasil reage e cria mais de 130 mil novos empregos em julho
4 Retorno ao trabalho presencial é mistura de medo e alívio
5 Indústria do AM é primeira a voltar ao nível pré-pandemia

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.