Leia também:
X Mendonça dá mais prazo para a Petrobras explicar reajustes

Empregado recebe R$ 1,6 milhão de empresa por engano e foge

Contratante agora tenta reaver o montante na justiça alegando "apropriação indevida"

Gabriel Mansur - 25/06/2022 12h03 | atualizado em 25/06/2022 12h57

Peso chileno Foto: Pixabay

Por conta de um erro na área de recursos humanos, uma empresa chilena produtora de frios depositou, sem querer, 281 milhões de pesos chilenos (cerca de R$ 1,6 milhão) na conta de um funcionário.

Ao receber a transferência, o homem pediu demissão e teria fugido com o dinheiro. A empresa, agora, tenta reaver o montante na justiça alegando “apropriação indevida”. As informações são do jornal argentino Clarin.

Ainda segundo a reportagem, o homem só descobriu a quantia milionária em sua conta quando recebeu o seu salário de maio. Quando a empresa o notificou sobre o erro e pediu que o recurso fosse devolvido, o funcionário, que já tinha sacado a fortuna, não entregou o valor no dia combinado.

– Ligaram para ele diversas vezes, até que ele atendeu e comentou que tinha adormecido. Eles continuaram esperando, mas o dia passou sem nenhuma resposta – informa a reportagem.

O funcionário sumiu por dias, até que um advogado apareceu na empresa para relatar que seu cliente não estava convencido a devolver a verba porque o erro, segundo a defesa, era da própria empresa.

A empresa, então, entrou com uma ação judicial, e ele foi denunciado por “apropriação indevida”. Diante do tribunal, alegou que mesmo tendo sido um erro, isso não dava o direito de o homem ficar com o dinheiro e insistiu que ele é obrigado a devolvê-lo ao “legítimo proprietário”.

Leia também1 Supermercado é condenado por acusar e demitir funcionária
2 Governo decide elevar Auxílio Brasil e criar "Pix Caminhoneiro"
3 Novos gestores revelam quanto Luva de Pedreiro tem no banco
4 Com preço em alta, chocolate começa a faltar nos mercados

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.