Leia também:
X Posse da ministra da Cultura tem MC Poze ovacionado

Durante entrevista, Haddad confunde CVM com CMN

Declarações do ministro foram dadas ao TV 247, na terça-feira

Pleno.News - 05/01/2023 15h53 | atualizado em 05/01/2023 16h25

Fernando Haddad Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), confundiu a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) com o Conselho Monetário Nacional (CMN). O equívoco ocorreu durante uma entrevista concedida ao TV 247, na terça-feira (3).

A declaração surgiu após Haddad ser questionado a respeito do papel da “xerife” do mercado financeiro.

– A CVM vai voltar a ser o que sempre foi: Planejamento, Fazenda e Banco Central. Esse modelo vai voltar, então teremos no assento eu, Simone Tebet e Roberto Campos. Essa vai ser a CVM que define tudo: a política de crédito, meta da inflação, tudo que o seu estatuto prevê – falou o ministro.

Depois, ele foi alertado a respeito do erro cometido.

– Quando eu falei CVM, que era Comissão de Valores Mobiliários, acho que você entendeu CMN (…) a pergunta foi sobre as especulações, movimentações de ações da Petrobras, que sobe ou cai 10% – disse o entrevistador.

Haddad, então, se corrigiu:

– Quando tem movimentos especulativos, você pode ter uma ação da CVM no sentido de identificar vazamento de informações, por exemplo, mas não é o caso, não tem nada que aponte para esse tipo de prática. Os movimentos no mercado de ações, juros futuros, se explicam muito mais pelo fato de que as pessoas estavam de apropriando de números do governo anterior que elas não tinham ou não queriam enxergar, e nós estamos trabalhando com transparência para isso, então não vejo razão neste momento para imaginar movimentos especulativos que merecem apuração. O que tem ali é um secretário-executivo que organiza as reuniões, mas quem comanda a CVM são esses três membros, que definem a política monetária e creditícia do país.

De acordo com informações da CNN Brasil, a CVM é uma autarquia que tem vínculo com o Ministério da Fazenda, com o objetivo de fiscalizar, normatizar, disciplinar e desenvolver o mercado de valores mobiliários no Brasil. Já o CMN é um órgão superior do Sistema Financeiro Nacional e tem a responsabilidade de formular a política da moeda e do crédito do país.

Leia também1 Posse da ministra da Cultura tem MC Poze ovacionado
2 CNJ bloqueia credencial que inseriu mandado contra Moraes
3 Garnier Santos falta à cerimônia do novo comandante da Marinha
4 Mudança de Lula é adiada para Alvorada passar por reformas
5 Bessias se reúne com Weber e fala em harmonia com o STF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.