Leia também:
X Maia: Projeto da Eletrobras pode ser aprovado até abril

Dívida pública sobe 14,3% em 2017 e vai a R$ 3,56 trilhões

Apesar do valor ser um recorde histórico, número está dentro das estimativas do governo

Henrique Gimenes - 25/01/2018 15h15

Dívida pública do Brasil sobe 14,3% em 2017 Foto: Fotos Públicas/Fernanda Carvalho

A Secretaria do Tesouro Nacional informou, nesta quinta-feira (25), que a dívida pública do Brasil cresceu 14,3% em 2017, chegando a um total de R$ 3,559 trilhões. Apesar do valor ser um recorde histórico, o número está dentro das estimativas do governo.

O aumento foi de R$ 447,15 bilhões, dos quais R$ 328,14 bilhões são de juros da dívida pública e R$ 119 bilhões são da emissão de títulos públicos no mercado. Os dados estão no Plano Anual de Financiamento (PAF) para 2018.

De acordo com o Tesouro, o aumento acontece principalmente devido ao crescimento de 15% da dívida mobiliária federal interna na comparação com 2016, chegando a R$ 3,435 trilhões. Já a dívida pública federal externa teve uma queda de 2% se comparada a 2016, atingindo o total de R$ 123,79 bilhões.

A Secretaria do Tesouro Nacional informou ainda que, neste ano, a dívida pública pode atingir o valor entre R$ 3,78 trilhões e R$ 3,998 trilhões. O teto do aumento seria o equivalente a 11,8% da dívida atual, R$ 421 bilhões. Já o piso, o valor mínimo, seria de 6,2%, ou R$ 221 bilhões.

A dívida pública do país é utilizada para financiar o deficit no Orçamento, quando as despesas ficam acima da arrecadação do governo federal, e é emitida pelo Tesouro Nacional. É chamada de interna quando os pagamentos são feitos em Real e externa quando são realizados em moeda estrangeira.

Leia também1 Maia: Projeto da Eletrobras pode ser aprovado até abril
2 Conta de luz deve continuar sem taxa extra em fevereiro

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.