Leia também:
X Sírio Libanês abre vagas para profissionais de várias áreas

Salão de beleza é condenado pela Justiça a indenizar cliente

Mulher sofreu queimaduras e teve queda de cabelo após procedimento

Henrique Gimenes - 07/03/2019 15h09 | atualizado em 07/03/2019 19h32

Justiça condena salão a indenizar consumidora Foto: Pixabay

Após um procedimento que deu errado no salão de beleza, a 3ª Turma Recursal Cível do Rio Grande do Sul determinou que o estabelecimento comercial devolva a uma cliente o valor de R$ 260 gasto no tratamento e pague ainda mais R$ 2 mil de indenização. O motivo seriam as queimaduras e a queda de cabelo que os produtos usados na escova progressiva causaram na mulher.

À Justiça, a cliente do salão comprovou os estragos com fotos, vídeos e uma cópia da conversa que teve com a profissional, que chegou a dizer que os problemas foram causados por não ter sido informada sobre tratamentos químicos realizados anteriormente.

Para o relator do processo, juiz Cleber Augusto Tonial, a profissional deveria ter agido com cautela de modo a garantir a segurança do procedimento estético.

Leia também1 ANS decide suspender a venda de 46 planos de saúde
2 Aneel faz proposta de reajuste das bandeiras tarifárias

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.