Leia também:
X Sem dinheiro “esquecido”? Maio pode alterar situação. Entenda!

Por 6 a 1, TCU aprova 1ª etapa da privatização da Eletrobras

Segunda etapa deve ser concluída pela área técnica entre o fim deste mês e o início de março

Pleno.News - 15/02/2022 21h11 | atualizado em 16/02/2022 10h49

Prédio da Eletrobrás Foto: Divulgação/Eletrobras

Por seis votos a um, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou a primeira etapa da privatização da Eletrobras, referente à modelagem econômico-financeira da venda da estatal.

Em julgamento ocorrido nesta terça-feira (15), seguiram o ministro relator, Aroldo Cedraz, os ministros Raimundo Carreiro, Benjamin Zymler, Walton Alencar Rodrigues, Augusto Nardes e Jorge Oliveira.

O ministro Vital do Rêgo ficou vencido após ter apresentado um voto duro com uma série de ressalvas contra a privatização, conforme antecipado pelo Broadcast na última semana.

Apesar de o Tribunal ser composto por nove ministros, somente sete estão aptos a votar no julgamento ocorrido nesta terça-feira. Bruno Dantas presidiu a sessão e não votou. Já a presidente Ana Arraes está de férias.

O principal ponto de polêmica apresentado por Vital foi uma possível atuação futura da Eletrobras no mercado de potência. De acordo com o ministro, a modelagem apresentada pelo Executivo ignora que a empresa atuará neste mercado no futuro. Assim, segundo ele, o valor final da venda Eletrobras está subestimado. Este ponto, entretanto, não foi seguido pelos demais ministros do TCU.

A segunda parte da desestatização da Eletrobras, sobre modelagem, deve ser concluída pela área técnica entre o fim deste mês e o início de março. O relator desta etapa também é o ministro Aroldo Cedraz.

*AE

Leia também1 Após 'cobrança', TSE entrega repostas sobre urnas a militares
2 MP pede que TCU investigue viagem de Mario Frias a NY
3 TCU investiga documentos de acordo homologado por Moro
4 Prazo de análise de privatizações no TCU gera polêmica
5 Moro processará subprocurador-geral do MP junto ao TCU

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.