Ministra afirma que preço da carne não irá diminuir

Segundo Tereza Cristina, um dos motivos para o aumento foi a demanda da China

Pleno.News - 29/11/2019 15h06

Ministra da Agricultura, Tereza Cristina Foto: Antonio Araujo

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que o preço da arroba do boi gordo (equivalente a 15 quilos de carne) não irá voltar ao patamar anterior e que, por isso, o preço da carne não irá baixar. A declaração foi dada em uma entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a ministra, um dos motivos para a valorização do preço da carne, que somente em São Paulo teve um aumento real de 35%, é a alta das exportações para a China. Ela, no entanto, negou que o produto esteja em falta para o mercado brasileiro.

– Não é verdade. Primeiro, o Brasil tem 215 milhões de cabeças de gado. Então, não é um rebanho para acabar amanhã. Segundo, realmente o mercado chinês mexeu com as exportações, e não só da carne brasileira, mas da carne argentina, paraguaia, uruguaia. É muito grande a necessidade da China – ressaltou.

Ao veículo, Tereza Cristina também explicou que o preço anterior estava congelado, e que por isso os produtores estavam tendo prejuízos.

– Além de o Brasil abrir as exportações, temos de lembrar que o boi tinha um preço represado há três anos. O pecuarista estava tendo prejuízo nesse período (…) Antes, o produtor vendia uma arroba por R$ 140, em média. O que aconteceu é que, nesse primeiro momento de abertura, com a China pagando um preço muito bom, houve esse momento, digamos, de euforia. Em São Paulo, uma arroba está sendo vendida a R$ 231 – destacou.

Em nota, o Ministério da Agricultura afirmou que não é papel da pasta “intervir nas relações de mercado. Os preços são regidos pela oferta e procura. Neste momento, o mercado está sinalizando que os preços da carne bovina, que estavam deprimidos, mudaram de patamar”.

LEIA TAMBÉM+ Jair Bolsonaro acusa DiCaprio de "tacar fogo na Amazônia"
+ Bolsonaro decide não comprar produtos anunciados na Folha


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo