Leia também:
X Bolsonaro aponta ‘lucro absurdo’ da Petrobras em ‘época atípica’

Bolsonaro sanciona projeto que muda cobrança do ICMS no país

Medida é criticada pelos governadores

Henrique Gimenes - 12/03/2022 16h02

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Marcos Corrêa/PR

Na noite desta sexta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei que muda a cobrança do ICMS dos combustíveis. Ele não vetou nenhum texto da proposta, que desagrada governadores, já que o ICMS é um tributo estadual.

A medida foi aprovada pelo Congresso na madrugada da sexta e tem por objetivo tentar conter o aumento do preço dos combustíveis no país. O texto estabelece um valor fixo do imposto por unidade de medida (como 1 litro) dos seguintes combustíveis: Gasolina, etanol, diesel, biodiesel e gás de cozinha.

A alíquota será definida pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), composto pelos estados, pelo Distrito Federal e pelo governo federal. O valor terá que ser o mesmo em todos os estados do país.

Além disso, o ICMS passará ainda a ser cobrado apenas uma vez na cadeia de produção.

Após a aprovação do projeto, os governadores emitiram nota criticando a medida e afirmaram que ela não irá resolver o problema dos preços dos combustíveis no Brasil. Eles ainda lembraram que o ICMS está congelado desde o ano passado.

Leia também1 Governadores irão acionar o STF contra mudanças no ICMS
2 Jair Bolsonaro cumprimenta Congresso por alteração no ICMS
3 Bolsonaro aponta 'lucro absurdo' da Petrobras em 'época atípica'
4 Doria critica ideia de intervir na Petrobras: “Medida populista”
5 Justiça dá 72 horas para governo 'explicar' alta dos combustíveis

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.