Leia também:
X Motoristas de app e taxistas sentem queda da gasolina

Daniella Marques promete rigor em investigações sobre assédio

Nova presidente da Caixa tomará posse oficialmente do cargo nesta terça-feira

Pleno.News - 04/07/2022 13h38 | atualizado em 04/07/2022 14h21

Daniella Marques assumiu o cargo deixado por Pedro Guimarães Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A nova presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Daniella Marques, disse que o banco irá apurar com rigor as denúncias de assédio sexual feitas contra antigos dirigentes. Segundo ela, as punições necessárias serão levadas a cabo. A executiva afirmou ainda que já se reuniu com o alto comando da instituição e que a primeira decisão foi afastar pessoas envolvidas nas investigações, para proteger a imagem da Caixa.

– Asseguro: será tudo feito com independência, com rigor, com seriedade, e se realmente for comprovado, todas as punições que são cabíveis serão feitas – disse durante entrevista transmitida neste domingo (3), pela TV Record.

Daniella, assessora de confiança do ministro da Economia, Paulo Guedes, toma posse na terça-feira (5). Ela chegou à presidência do banco público após renúncia de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual por funcionárias da Caixa. Guimarães, que deixou o cargo na última quarta (29), nega as acusações.

A nova presidente assinou na sexta (1º) um termo de posse, e fez uma primeira reunião.

– Definimos um plano de ação, tomamos uma série de decisões. O primeiro passo foi o afastamento de outras pessoas que possam estar ou que estão envolvidas nas apurações, porque a gente precisa proteger agora a imagem da instituição – afirmou sem citar nomes.

Além de Guimarães, o vice-presidente de atacado Celso Barbosa deixou a Caixa na sexta. Ele era o “número 2” do banco durante a gestão do ex-presidente.

Daniella disse que o assunto é “para já”.

– Metade das mulheres do Brasil são vítimas de assédio no trabalho, então a Caixa, que sempre foi o banco de todos os brasileiros, daqui para frente, e eu tenho aprovação de todos os órgãos internos, vai ser a mãe da causa das mulheres – pontuou.

Ao assumir a Caixa, Daniella será a única mulher a presidir, na atualidade, um dos cinco maiores bancos brasileiros.

MICROCRÉDITO
A nova presidente da Caixa sinalizou ainda que o banco prosseguirá com a estratégia de microcrédito iniciada na gestão anterior.

– A gente tem que apoiar na capacitação e no crédito, já vinham rodando iniciativas de microcrédito. Existe agora a renovação do fundo garantidor da União para alavancar R$ 90 bilhões em crédito para micro e pequenas empresas e pela primeira vez, para micro e pequenos empreendedores individuais – informou.

Daniella chega ao quarto maior banco brasileiro em ativos com a missão de definir os rumos de uma série de iniciativas deixadas em andamento por Guimarães. A aceleração do microcrédito é uma delas, bem como o avanço da Caixa no segmento agrícola, um projeto do ex-presidente, e decisões sobre vendas de ativos.

*AE

Leia também1 Caixa libera saque calamidade para cidades de AL após chuvas
2 Janaina "reprova" decisão de Bolsonaro sobre Marcelo Rebelo
3 Israel testará bala que matou repórter, e Palestina se opõe
4 Senado quer analisar fim da reeleição de cargos do Executivo
5 Lula investe em agendas com empresários, mas ataca mercado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.