Leia também:
X “Se for tirar a dor dos pais, me condenem”, diz réu da Boate Kiss

Minas, Paraná e Rio terão leilão de refugos dos Correios

Cerca de 200 mil objetos serão ofertados

Pleno.News - 09/12/2021 18h37 | atualizado em 10/12/2021 11h14

Minas, Paraná e Rio terão leilão de refugos dos Correios em dezembro Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Nesta quinta-feira (9), os Correios anunciaram uma nova rodada do leilão de refugos ainda em dezembro. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, são considerados refugos os objetos que não foram procurados pelo destinatário após sucessivas tentativas de entrega e que perderam o prazo de reclamação nos Correios.

Segundo a empresa, os cerca de 200 mil itens serão divididos em 32 lotes, sendo distribuídos nos três estados onde ocorrerão os certames: 12 lotes em Minas Gerais, 10 lotes no Paraná e 10 lotes no Rio de Janeiro.

Entre os objetos que serão ofertados estão roupas, utensílios de casa, eletrônicos em geral, computadores e componentes de microinformática, acessórios para veículos, bijuterias, livros e brinquedos.

Em nota, os Correios informaram que o valor de lance inicial dos lotes varia entre R$ 72 a R$ 143.219,16.

Para estarem aptos a dar lances nos leilões, os interessados devem primeiro realizar cadastro na plataforma dedicada do Banco do Brasil, o Licitações-e. Após o cadastro, tanto pessoas físicas quanto jurídicas poderão enviar lances durante a disputa, que será realizada online.

Os Correios mantêm uma página de listagem dos itens disponíveis que pode ser conferida aqui. Para visitação presencial, os lotes estão disponíveis em:

*Agência Brasil

Leia também1 Homem é preso após receber droga pelos Correios
2 Carteiro é baleado ao fazer entrega em condomínio
3 De roupas a videogames, saiba o que será leiloado pelos Correios
4 Correios farão leilão de 61 mil itens que não foram entregues aos destinatários
5 Funcionário dos Correios é preso suspeito de desviar cartões

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.