CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Governo sanciona lei que cria crédito para microempresas

Com isolamento, consumo das famílias tem queda histórica

Resultado demonstrou redução drástica após início das medidas de distanciamento

Pleno.News - 19/05/2020 11h57 | atualizado em 19/05/2020 11h58

Consumo apresentou queda histórica no Brasil Foto: Pixabay

A pandemia de coronavírus derrubou o principal pilar de sustentação da economia brasileira, o consumo das famílias, que registrou queda inédita em março, segundo dados do Monitor do PIB, indicador do Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas) divulgado na segunda-feira (18).

A economia teve retração no patamar inédito de 5,3% no primeiro mês de distanciamento social do país, em comparação a fevereiro, com queda de 6,5% no consumo das famílias brasileiras.

Os dados do monitor também apontam para uma mudança no perfil de consumo das famílias. Todas as modalidades tiveram queda em março, com exceção dos bens não duráveis (principalmente produtos alimentares e farmacêuticos).

Os produtos semiduráveis, como vestuário e calçados, e os duráveis, que dependem de crédito (como automóveis, elétricos e eletrônicos, entre outros), tiveram queda superior a 20%. Os serviços tiveram retração de 5%.

– Com o retorno do comércio, haverá recuperação dos semiduráveis. Os duráveis, só após a redução das incertezas. Essa nova configuração não será muito modificada nos primeiros momentos da abertura, pois a redução da renda das famílias, seu endividamento, o aumento do desemprego e a consequente elevação da incerteza perdurarão por um longo período – afirmam os pesquisadores.

*Folhapress

Leia também1 Câmara aprova antecipação de 2 feriados em São Paulo
2 Governo zera impostos sobre remédios em teste para Covid
3 Rede de pizzarias fecha 5 lojas e demite cerca de 470 pessoas

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo