CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Ministra afirma que o Brasil é potência agrícola e ambiental

Caixa volta a reduzir juros de financiamento imobiliário

Medida passa a valer a partir da próxima segunda-feira

Paulo Moura - 08/10/2019 10h40 | atualizado em 08/10/2019 10h47

Caixa anunciou nova redução nos juros de financiamento imobiliário Foto: Kevin David/A7 Press/Folhapress

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (8), nova redução nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários, com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE). A partir da medida, os menores valores caem de 8,5% ao ano para 7,5% ao ano e os maiores de 9,75% ao ano para 9,5% ao ano. A medida passará a valer partir da próxima segunda-feira (14). As informações são da Agência Brasil.

A redução anunciada pelo banco estatal valerá para créditos com saldo devedor atualizado pela Taxa Referencial (TR), que se encontrem no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). O SFH é direcionado para os financiamentos de imóveis de menor valor e tem parte dos imóveis financiados com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Já o SFI é destinado a imóveis mais caros, sem cobertura do FGTS.

A medida repete uma estratégia da Caixa já utilizada em junho, para aquecer o mercado de imóveis, quando o banco reduziu em até 1,25 ponto percentual as taxas de juros para financiamentos pelo SBPE, além de alternativas de renegociação.

No mês de agosto, em outra medida para baratear a compra de imóveis, a Caixa criou a linha de financiamento imobiliário com valores corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Nesse financiamento, a taxa mínima é o IPCA mais 2,95% ao ano e a máxima, o IPCA mais 4,95% ao ano.

Leia também1 Presidente da Caixa nega mudança na gestão do FGTS
2 Caixa promove semana para renegociação de dívidas
3 Governo já arrecadou R$ 78,6 bi com privatizações em 2019

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo