Leia também:
X Procon do Rio autua hotéis famosos por comida estragada

Brasil termina 2017 com redução em postos de trabalho

País fechou 20,8 mil vagas formais no ano. Mesmo com redução, resultado é o melhor desde 2014

Henrique Gimenes - 26/01/2018 15h50 | atualizado em 26/01/2018 16h54

Brasil fecha 2017 com redução de 20,8 mil vagas de trabalho Foto: Fotos Públicas/Rafael Neddermeyer

O Ministério do Trabalho informou que o Brasil terminou o ano de 2017 com o fechamento de 20.832 vagas de trabalho com carteira assinada. Foi o terceiro ano seguido em que o país fecha postos de trabalho formais. No entanto, o resultado é o melhor desde 2014, quando foram criadas 420,69 mil vagas de trabalho com carteira.

O saldo representa o total de empregos criados no ano menos o total de vagas que foram fechadas. No ano passado, o país registrou 14.635.899 contratações e 14.656.731 demissões. Os dados estão no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (26).

Mesmo com o fechamento de vagas em 2017, o resultado é melhor que o registrado em 2016, quando foram registradas 1.326.558 demissões, e de 2015, quando houve fechamento de 1.534.989 postos com carteira.

Somente em dezembro, foram fechadas um total de 328.539 vagas. O saldo representa o total de 910.586 admissões e 1.239.125 desligamentos no último mês do ano passado.

Em 2017, o setor do comércio foi o que mais gerou vagas com carteira de trabalho assinado, com 40.087. Logo atrás vem o setor da Agropecuária, com a criação de 37.004 vagas.

Já o setor da construção foi o que mais registrou demissões, no total de 103.968, seguido pela indústria de transformação, que fechou 19.900 postos formais.

Leia também1 Meirelles diz que governo não pretende aumentar impostos
2 Dívida pública sobe 14,3% em 2017 e vai a R$ 3,56 trilhões

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.